RADAR DO DIA: Investidores começam semana mais cautelosos

193

São Paulo – A semana começa com as bolsas ao redor do globo operando mistas, reagindo à decisão do banco central chinês de manter as taxas de juros para empréstimos, ao avanço da pandemia do coronavírus em algumas regiões e, de forma positiva, a reabertura econômica nos Estados Unidos, com os investidores apostando da recuperação do país.

Na cena local, os desdobramentos relacionados a prisão de Fabrício Queiroz, ex-assessor de Flávio Bolsonaro pode azedar os negócios e deixar os investidores na defensiva. A principal dúvida neste caso é o fato de Queiroz ter sido encontrado num imóvel de Frederick Wassef, advogado próximo da família Bolsonaro que chegou a dizer em entrevistas à imprensa não saber onde estava o ex-assessor.

A China manteve sua taxa de referência para empréstimos de um ano em 3,85%, que o Banco do Povo da China (Pboc, o banco central do país) começou a medir em agosto do ano passado, com o objetivo de reduzir o custo dos empréstimos corporativos. As informações são da agência de notícias “Dow Jones”.

Ontem, a Organização Mundial da Saúde (OMS) registrou o maior número de novos casos de coronavírus nas últimas 24 horas, totalizando 183.020. Segundo a entidade, o maior aumento foi nas Américas do Norte e do Sul, com mais de 116 mil novos casos.

Nos Estados Unidos, o presidente Donald Trump voltou a realizar comício pela primeira vez desde março, enviando uma mensagem de lei e ordem e alertando contra um ataque à “nossa herança”, enquanto os protestos contra o policiamento e a injustiça racial continuam em todo o país.

Ainda por lá, às atenções seguem voltadas para o aumento dos protestos contra a violência policial e o racismo que, além da morte de George Floyd, um homem negro, que foi morto por enforcamento por um policial branco, desta vez um homem negro foi morto após nova ação policial em uma lanchonete na cidade de Atlanta.

Internamente, na semana passada, a Polícia Federal (PF) cumpriu mandados de busca e apreensão relacionados ao inquérito que investiga a origem de recursos e a estrutura de financiamento de grupos suspeitos da prática de atos contra a democracia. Na segunda-feira, sob o mesmo inquérito, ocorreram prisões entre elas a de Sara Winter, identificada como uma das líderes do acampamento 300 do Brasil, em Brasília.

O desagravo entre os poderes também pode ser visto após o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli, afirmar que os ataques direcionados à corte estão sendo financiados ilegalmente e contam com apoio de membros do Estado.

Na semana passada, o Ministério Público Federal (MPF) determinou a abertura de inquérito para investigar o lançamento de fogos de artifício em direção ao prédio do STF. Também foi solicitada perícia no local a fim de identificar danos ocorridos no edifício e resguardar provas processuais.

Em relação à pandemia causada pelo novo coronavírus, o número de mortes no mundo está em mais de 466 mil pessoas, de acordo com a contagem da universidade norte-americana Johns Hopkins, enquanto o número de casos no mundo já ultrapassou 8,9 milhões de infectados. O Brasil possui 1,086 milhão de casos confirmados, enquanto 50,659 mil pessoas morreram por causa da doença.

Os economistas ouvidos pelo Banco Central seguem com a previsão de queda do Produto Interno Bruto (PIB) do país neste ano, mas preveem, agora, uma ligeira melhora da economia brasileira. Segundo o relatório de mercado Focus, a previsão de retração do PIB em 2020 passou de 6,51% para 6,50%, interrompendo a sequência de 18 semanas seguidas de projeções para baixo.

Nesta semana, o destaque fica por conta de discursos de dirigentes do Federal Reserve (Fed, banco central dos Estados Unidos) e do Banco Central Europeu (BCE). No Brasil, os investidores devem acompanhar a ata da última reunião do Comitê de Política Monetária (Copom) e a divulgação dos dados de inflação.

Na sexta-feira (19), o Ibovespa encerrou em alta de 0,46%, aos 96.572,10 pontos, amparado pela ampla liquidez dos mercados e a notícia de que a China deve comprar mais produtos agrícolas dos Estados Unidos.

Nesta manhã, os contratos futuros de ações dos Estados Unidos mostram uma abertura no campo positivo, com os investidores reagindo a reabertura econômica no país, mesmo diante de novos surtos do coronavírus no país.

Na Europa, as principais bolsas operam mistas, deixando e lado o otimismo visto na semana passada, após a OMS afirmar que ontem registrou o maior número de casos do coronavírus em 24 horas, embora os investidores estejam atentos aos futuros norte-americanos.

Na Ásia, os principais índices do mercado de ações fecharam em campo negativo, refletindo o avanço de casos do novo coronavírus e antes de uma série de dados econômicos esta semana, que devem mostram os impactos da pandemia.

CORPORATIVO

A Raia Drogasil (RD) informou que as vendas de medicamentos ficaram abaixo do normal, após uma forte alta no mês de março, o que deve afetar as margens da companhia no segundo trimestre deste ano.

O tráfego total de veículos nas rodovias da CCR registrou queda de 11,7% entre 12 a 18 de junho. A movimentação de veículos de passeio teve queda de 27,8% e a de comerciais aumentou 1,9%. Sem a ViaSul, o tráfego caiu 16,1% no período, sendo que os leves caíram 31,5% e o comercial 3,3%.

A administradora de shopping centers Multiplan informou que desistiu de adquirir uma participação minoritária de 2,19% da área bruta locável (ABL) do Ribeirão Shopping.

O conselho de administração da Itaúsa elegeu Alfredo Egydio Setúbal para o cargo de diretor-presidente da companhia, assim como Roberto Egydio Setúbal e Rodolfo Villela Marino. Os três executivos foram o comitê executivo da empresa.

O membro do conselho de administração da Localiza José Galló renunciou ao cargo e será substituído por Irlau Machado Filho, informou a empresa em comunicado.