RADAR DO DIA: Investidores aguardam formação da Ptax

167

São Paulo – Em dia de agenda carregada aqui e lá fora, o último pregão do mês e do primeiro semestre de 2020 deve rondar entre os campos positivo e negativo, de olho em desdobramentos políticos e no aguardo da formatação da Ptax, sem deixar de lado o aumento de casos do coronavírus em regiões da Europa e dos Estados Unidos, embora haja sinais de que a demanda continua aumentado com a reabertura das atividades.

A guerra comercial entre Estados Unidos e China volta ao radar dos investidores, desta vez porque o parlamento chinês aprovou nova lei destinada a anular ameaças à segurança nacional em Hong Kong, alimentando assim o conflito geopolítico com os Estados Unidos.

Donald Trump havia ameaçado impor sansões à China se a ofensiva fosse adiante e o Reino Unido cogitou receber os cidadãos locais de sua ex-colônia que não queiram ficar sob o domínio chinês.

Além disso, os investidores aguardam discursos do presidente do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano), Jerome Powell, e do secretário do Tesouro dos Estados Unidos, Steven Mnunic, ambos no Comitê de Serviços Financeiros da Câmara Federal, sobre respostas à crise desencadeada pelo coronavirus.

Ainda nos Estados Unidos, o país está considerando novas tarifas para aproximadamente US$ 3,1 bilhões em produtos da França, Alemanha, Espanha e Reino Unido, de acordo com um documento do Escritório de Representação Comercial norte-americano.

Na cena local, os investidores ainda digerem as projeções dos economistas ouvidos pelo Banco Central (BC) que seguem com a previsão de queda do Produto Interno Bruto (PIB) neste ano, agora passando de 6,50% para 6,54%, segundo o relatório de mercado Focus.

No âmbito político, os desdobramentos relacionados a prisão de Fabrício Queiroz, ex-assessor de Flávio Bolsonaro pode azedar ainda mais os negócios. A principal dúvida neste caso é o fato de Queiroz ter sido encontrado num imóvel de Frederick Wassef, advogado próximo da família Bolsonaro que chegou a dizer em entrevistas à imprensa não saber onde estava o ex-assessor.

Do lado positivo, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decidiu, por unanimidade, considerar improcedente e arquivar uma das ações que pedem a cassação da chapa formada pelo presidente Jair Bolsonaro e pelo vice-presidente Hamilton Mourão nas eleições de 2018.

Na agenda de indicadores, os investidores aguardam a divulgação da Pnad contínua que traz a taxa de desempregados em maio.

Em relação à pandemia causada pelo novo coronavírus, o número de mortes no mundo está em mais de 505 mil pessoas, de acordo com a contagem da universidade norte-americana Johns Hopkins, enquanto o número de casos no mundo já ultrapassou 10,3 milhões de infectados. O Brasil possui 1,370 milhão de casos confirmados, enquanto 58,385 mil pessoas morreram por causa da doença.

Ontem, o Ibovespa encerrou em alta de 2,02%, aos 95.735,35 pontos, mostrando uma recuperação em linha com as bolsas norte-americanas, além de indicadores melhores do que o previsto e esperanças de que a economia se recupere, amparada por medidas de estímulos, apesar do aumento de casos de coronavírus.

Nesta manhã, os contratos futuros de ações dos Estados Unidos mostram uma abertura no campo positivo, no aguardo de divulgação de dados e à espera dos discursos de Jerome Powell e Steven Mnuchin, embora os investidores não descuidam de notícias negativas sobre o coronavírus.

Na Europa, as principais bolsas operam em mistas digerindo os sinais de aumento da demanda com a reabertura das atividades, cenário político internacional e divulgação de indicadores.

Na Ásia, a maioria dos principais índices do mercado de ações fecharam em alta, refletindo a divulgação do PMI industrial chinês que subiu de 50,6 em maio para 50,9 em junho, sinalizando recuperação na segunda maior economia do mundo, mesmo com a tensão entre Estados Unidos esteja no radar.

CORPORATIVO

A Equatorial Energia registrou lucro líquido ajustado de R$ 375 milhões no primeiro trimestre de 2020, uma alta de mais de duas vezes na comparação com o mesmo período do ano passado. A receita operacional líquida subiu 25,2% no período, para R$ 4,207 bilhões na base anual.

A Ecorodovias reportou lucro de R$ 103,3 milhões no primeiro trimestre deste ano, alta de 23,0% ante o apurado no mesmo intervalo do ano anterior. A receita líquida pró-forma, que exclui receita de construção atingiu R$ 768,0 milhões, alta de 15,6% na base anual de comparação.

As plataformas da Petrobras instaladas no campo de Búzios, no pré-sal da bacia de Santos registraram novo recorde de produção, atingindo o total de 664 mil barris de óleo por dia (bpd) e de 822 mil barris de óleo equivalente por dia (boed).

O Pão de Açúcar concluiu a venda de sete imóveis para o TRX Real Estate, referente a segunda tranche do acordo entre as partes, pelo valor de R$ 312,935 milhões.

O conselho de administração da Localiza aprovou Maria Letícia Costa Freitas para ocupar o cargo de vice-presidente do colegiado, após a renúncia de José Galló, que foi substituído por Irlau Machado Filho.

A Hapvida informou que protocolou junto à Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) o termo de adoção antecipada do modelo padrão de Capital Baseado em Riscos (CBR) na apuração do capital regulatório em substituição à Margem de Solvência (MS), conforme resolução da própria agência reguladora.

A Cosan proporá aos acionistas na assembleia geral ordinária e extraordinária no dia 29 de julho à proposta para aumento de capital social no valor de R$ 682,264 milhões, sem a emissão de novas ações, mediante a conversão do saldo na conta de reserva legal e do saldo na conta de reserva estatutária.

A Petrobras iniciou a etapa de divulgação da oportunidade (teaser), para a venda de sua participação no campo de Tartaruga, localizado em águas rasas da Bacia de Sergipe-Alagoas, estado de Sergipe.