RADAR DO DIA: Fala moderada de Trump reanima mercados

269

São Paulo – O pronunciamento moderado do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, após o ataque iraniano a bases norte-americanas no Iraque, fez o Ibovespa reduzir as perdas ontem, embora tenha fechado em queda pelo quarto pregão seguido.

Trump afirmou que os Estados Unidos estão prontos para se defender e que seu governo deve impor uma nova rodada de sanções contra Teerã. Segundo ele, nenhum norte-americano foi atingido pela ação do Irã.

Além disso, continua no radar dos investidores a assinatura do acordo comercial entre Estados Unidos e China, prevista para acontecer nos próximos dias.

O arrefecimento na tensão no Oriente deu um novo tom aos mercados, com as bolsas da Ásia encerrando o pregão em alta, assim como na Europa que operam em alta e os futuros dos mercados nos Estados Unidos subindo e mostrando uma abertura em alta.

Internamente o destaque fica por conta da fala do ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, que ressaltou que o governo vai propor instrumento para conter preços de combustíveis até março.

Em publicação do jornal “O Estado de S.Paulo”, o ministro disse que umas das possibilidades seria a criação de um fundo que seria abastecido com recursos de royalties e participações especiais oriundas de petróleo e gás.

A iniciativa acontece diante da crise entre Estados Unidos e Irã que tem impactado o preço do barril do petróleo tipo Brent, usado pela Petrobras para reajustar o preço dos combustíveis, podendo impactar o preço da gasolina, que chegou a atingir quase US$ 70.

O presidente Jair Bolsonaro passou ontem por exames médicos de rotina e, segundo a avaliação da equipe médica, os resultados foram considerados “completamente normais” e ele está com “saúde de ferro”, disse o porta-voz da Presidência, Otávio Rêgo Barros, a jornalistas.

De acordo com Rêgo Barros, Bolsonaro deve retomar a agenda de compromissos oficiais na terça-feira (14), quando voltará do Guarujá (SP) e participará de uma reunião com os ministros do governo.

O porta-voz afirmou ainda que Bolsonaro cancelou a viagem que faria ao Fórum Econômico Mundial de Davos, que acontece de 21 a 24 de janeiro na Suíça, mas enviará um representante do governo brasileiro em seu lugar.

Em relação a indicadores, a produção industrial brasileira deve interromper três meses seguidos de alta e cair 0,60% em novembro em relação a outubro, conforme a mediana das estimativas coletadas pelo Termômetro CMA. Em relação a novembro doe 2018, a indústria deve recuar 0,70%, interrompendo dois resultados positivos consecutivos nesse tipo de confronto.

Lá fora, o mercado de trabalho dos Estados Unidos criou 160 mil vagas em dezembro, após a abertura de 266 mil postos em novembro, e a taxa de desemprego ficou estável em 3,5%, segundo analistas consultados pela Agência CMA.

EMPRESAS

O Ministério Público de Minas Gerais deve denunciar a Vale por homicídio doloso no processo do rompimento da barragem da mina do Córrego do Feijão, em Brumadinho, em janeiro do ano passado.

A Empresa de Pesquisa Energética (EPE) informou que foram cadastrados 158 projetos para os leilões de energia A-4 e A-5, que serão realizados em 30 de abril, no qual vão oferecer usinas de fontes termelétricas a gás natural e a carvão.

A Eletrobras informa que se iniciou o processo de transferência da gestão e operação do Hospital Nair Alves de Souza (HNAS) para a União, Estado da Bahia e Município de Paulo Afonso, o qual estava sob responsabilidade da Companhia Hidroelétrica do São Francisco (Chesf) desde a construção da Usina de Paulo Afonso.

A agência de classificação de riscos S&P Global Ratings cortou o rating global da Natura Holding de “BB” para “BB-“após a conclusão da aquisição da Avon pela Natura. A agência manteve a perspectiva como estável.

A Petrobras lamentou a morte de um trabalhador da empresa holandesa Baskalis durante o transporte da plataforma P-70, da China para o Brasil. A empresa foi contratada pelo estaleiro COOEC, em Qingdao, na China. Segundo a estatal, seis trabalhadores passaram mal após a ingestão de álcool etílico e um deles morreu. “Os demais foram internados na África do Sul e estão estáveis”.

A Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) e a Confederação Nacional do Transporte (CNT) firmaram um acordo de cooperação técnica com o objetivo de somar esforços para o desenvolvimento e aperfeiçoamento das várias atividades do setor rodoviário de cargas.