RADAR DO DIA: Eventos internos devem se sobrepor ao exterior

316

São Paulo – Assim como visto no pregão anterior, os eventos internos devem se sobrepor ao exterior, que basicamente reverbera a tensão Estados Unidos e China e a reabertura de algumas economias após diminuição de novos casos do novo coronavírus.

Por aqui, o desdobramento político após a divulgação do vídeo da reunião ministerial na qual o ex-ministro Sergio Moro afirma que o presidente Jair Bolsonaro tentou interferir na Polícia Federal (PF) gerou certo alívio, uma vez que para analistas do mercado o conteúdo afasta o risco imediato de um impeachment ou abertura de inquérito contra Bolsonaro, embora não elimine os riscos políticos do governo.

No radar dos investidores consta também o depoimento do empresário Paulo Marinho sobre o fato de a Polícia Federal (PF) ter segurado uma operação para não prejudicar a candidatura de Jair Bolsonaro à presidência.

Ontem, a PF deflagrou uma operação que apura desvios de recursos públicos destinados ao combate à pandemia do novo conoravírus, que teve como alvo o governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, que acusou Bolsonaro de interferir na corporação.

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, ordenou que a Polícia Federal colha depoimento do ministro da Educação, Abraham Weintraub, contendo explicações sobre as declarações feitas por ele na reunião ministerial de 22 de abril. Na ocasião, ele disse ser a favor de botar “esses vagabundos todos na cadeia. Começando no STF”.

Lá fora, os investidores olham a tensão entre Estados Unidos e China após a reação de Donald Trump de que caso a China leve adiante o plano contra Hong Kong haverá uma “reação muito forte”. O receio é que tal decisão coloque em xeque o acordo fase 1 entre as duas potencias.

Além disso, existe a expectativa por anúncio de um pacote de estímulos da Comissão Europeia, braço executivo da União Europeia, como forma de amenizar os impactos causados pela crise do coronavírus.

Em relação à pandemia causada pelo novo coronavírus, o número de mortes no mundo está em mais de 340 mil pessoas, de acordo com a contagem da universidade norte-americana Johns Hopkins, enquanto o número de casos no mundo já ultrapassou 5,2 milhões de infectados. O Brasil possui 391,222 mil casos confirmados, enquanto 24,512 mil pessoas morreram por causa da doença.

Ontem, o Ibovespa encerrou em queda de 0,22%, aos 85.468,91 pontos, refletindo principalmente as perdas de ações do setor bancário, com investidores aproveitando para embolsar lucros depois das fortes altas da véspera.

Nesta manhã, os contratos futuros de ações dos Estados Unidos operam no campo positivo, refletindo uma possível nova vacina contra o coronavírus e antes da ata do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano).

Na Europa, por sua vez, os mercados operam em alta de olho no afrouxamento da quarentena em vários países após diminuir o número de casos na região, o início de abertura de algumas economias e um possível anúncio de estímulo por parte da Comissão Europeia.

Na Ásia, os principais índices do mercado de ações fecharam mistos com abertura de algumas economias, possibilidade do surgimento de uma vacina contra o novo coronavírus e tensão entre Estados Unidos e China por conta de Hong Kong.

CORPORATIVO

O lucro líquido da administradora de shopping centers Iguatemi foi de R$ 12,453 milhões no primeiro trimestre deste ano, queda de 77,5% em relação a igual período do ano passado. A receita líquida caiu 9,4% no período e somou R$ 156,795 milhões na mesma base de comparação.

A Marfrig firmou uma joint venture com a Archer-Daniels-Midland para a criação da PlantPlus Foods, que atuará na produção e comercialização de produtos de base vegetal por meio dos canais de varejo e food service, na América do Sul e América do Norte.

O Fleury informou que desenvolveu, por meio de sua área de pesquisa e desenvolvimento (P&D), um novo teste diagnóstico inédito no mundo para a covid-19, em tempo recorde de apenas dois meses.

A BR Malls disse que retomou às atividades em mais três shoppings, após orientação das autoridades públicas no âmbito da prevenção ao novo coronavírus, localizados em Curitiba (PR) e Minas Gerais (MG).

O Banco do Brasil fez uma transferência de R$ 65,850 milhões para o Cassi, plano de saúde dos funcionários do banco, para implementação de procedimentos e programas de saúde ocupacional em 2020.

O conselho de administração da Iguatemi aprovou a emissão de R$ 300 milhões em debêntures, em série única, e com valor unitário de R$ 1 mil e vencimento em 2023.

A agência de classificação de riscos Fitch Ratings rebaixou a nota de crédito da Oi para CCC+ de B-, e as perspectivas para os ratings internacionais foram removidas.

O Grupo Iguatemi informou que o Shopping Center Iguatemi Brasília voltará a funcionar a partir de 27 de maio. A empresa disse que o empreendimento funcionará com horário reduzido, das 13h às 21h, e que tem tomado todas as providências para garantir a segurança dos clientes, lojistas e funcionários.

A administradora de shopping centers Multiplan informou que retomará as operações do ParkShopping, no Distrito Federal, a partir de 27 de maio. O empreendimento funcionará das 13h às 21h.