RADAR DO DIA: Crise da Evergrande e Auxílio Brasil

101

São Paulo – Os principais índices do mercado de ações operam em baixa no exterior, após o ressurgimento de preocupações com o setor imobiliário na China frente às dificuldades da construtora Evergrande e de outras companhias do setor em honrar pagamentos de dívidas.
Também contribui para a queda das bolsas a avaliação dos investidores sobre os ganhos corporativos e a inflação elevada.
No Brasil, o governo federal avança nos planos para reformular o programa Auxílio Brasil de forma a garantir que os beneficiários recebam em torno de R$ 400 por mês, mas resta evidente que parte do aumento nas despesas teria que ficar fora do teto de gastos, conforme admitiu o ministro da Economia, Paulo Guedes.
O teto de gastos limita o crescimento das despesas públicas à inflação e seu rompimento para aumentar programas sociais a um ano da eleição foi criticado por especialistas.
O ministro tentou argumentar ontem que, apesar de romper o limite de gastos, a nova despesa seria temporária porque não há uma fonte definida para financiá-la.
No campo de empresas, a Embraer entregou um total de 30 aeronaves no terceiro trimestre deste ano, dos quais nove foram jatos comerciais e 21 jatos executivos, sendo 14 leves e sete grandes. Ao final do período, a carteira de pedidos firmes somava US$ 16,8 bilhões.
A CCR assinou contrato de concessão de seis aeroportos na região Sul do país pelo prazo de 30 anos. O acordo foi celebrado através de sua controlada Concessionária do Bloco Sul, a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) e a Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero), para ampliação, manutenção e exploração de infraestrutura aeroportuária.
Com o acordo, a companhia administrará os aeroportos de Curitiba (PR), em São José dos Pinhais, Foz do Iguaçu (PR), Londrina (PR), Bacacheri (PR), Navegantes (SC), Joinville (SC), Pelotas (RS), Uruguaiana (RS) e Bagé (RS).
A produção no Brasil e no exterior de petróleo, líquido de gás natural (LGN) e gás natural da Petrobras alcançou 2,830 milhões de barris de óleo equivalente por dia (boed) no terceiro trimestre deste ano, uma queda de 4,1% frente ao primeiro trimestre do ano anterior e uma alta de 1,2% frente ao segundo trimestre deste ano.
A BRF informou que o Tribunal do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), confirmou, em sessão de julgamento ocorrida hoje (20), a decisão que aprovou, sem restrições, a aquisição de participação no capital social da companhia. A Marfrig vinha comprando ações da BRF e chegou a uma participação de 31,66% no capital social da companhia, segundo informações enviadas pela BRF à Comissão de Valores Mobiliários (CVM) em junho.
A Braskem afirmou que a sua controlada indireta, a Braskem Idesa, obteve as aprovações societárias necessárias, incluindo de acionistas e credores, quanto aos aditivos ao contrato de fornecimento de etano assinado com a Pemex Transformación Industrial e Pemex, assim como para o convênio com medidas de apoio para construção de terminal de importação de etano assinado com a Petróleos Mexicanos, a Pemex Logística e outros entes governamentais. Adicionalmente, a Braskem Idesa concluiu o seu plano de refinanciamento de dívida.
A Eletrobras informou que o Conselho Nacional de Pesquisa Energética (CNPE) aprovou a Resolução n 23/2021, que delibera sobre os parâmetros que devem ser utilizados para a definição do preço de energia elétrica a ser produzida pela Usina Termonuclear de Angra 3.
As vendas líquidas contratadas no segmento de incorporação da JHSF totalizaram R$ 333,7 milhões no terceiro trimestre do ano, queda de 18,8% em comparação com o mesmo período de 2020, segundo prévia operacional divulgada pela companhia.
Copyright 2021 – Grupo CMA