RADAR DO DIA: Conversa entre Biden e Xi Jinping anima investidores

150

São Paulo – Os mercados de ações operam em alta no exterior, reagindo à notícia de que o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, telefonou para seu par na China, Xi Jinping. A conversa, segundo informações dos dois países, reforçou a diferença de pensamento dos dois líderes em assuntos como as regras de comércio mundial, os protestos em Hong Kong e a situação de Taiwan.

Ainda assim, investidores interpretaram a notícia como sendo positiva, visto que ao menos houve uma tentativa de diálogo após anos de tensão entre Estados Unidos e China durante o governo Trump.

A expectativa de um pacote de estímulo de quase US$ 2 trilhões nos Estados Unidos também ajuda a manter o mercado em alta, assim como resultados financeiros positivos divulgados por empresas do país e da Europa, mas especialistas apontam que o mercado pode recuar em breve para embolsar os ganhos obtidos nas últimas sessões.

A Comissão Europeia, braço executivo da União Europeia (UE), revisou para baixo a projeção de crescimento da economia da zona do euro para este ano, citando o ressurgimento de casos de covid-19 e de novas variantes, ao mesmo tempo em que revisou para cima a previsão para 2022 devido à campanhas de vacinação.

Para 2021, a projeção de crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) caiu para 3,8%, de 4,2% previstos no relatório anterior, de novembro. Para 2022, a previsão subiu de 3,0% para 3,8%eurozona subiu de 1,1% para 1,2%. Em 2020, a UE prevê queda de 6,8% na eurozona, após a projeção anterior de queda de 7,8%.

Com relação à União Europeia como um todo, a previsão de alta do PIB caiu de 4,1% para 3,7% em 2021, e subiu de 3,0% para 3,9% em 2022. Em 2020, a expectativa é de queda de 6,3%, ante previsão anterior de baixa de 7,4%.

No Brasil, a proximidade do Carnaval e o adiamento das discussões sobre o orçamento para depois do feriado devem começar a diminuir o movimento no mercado. Os destaques de hoje são os dados sobre a receita do setor de serviços, às 9h, e a audiência do ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, no Senado, a partir das 15h.

Em âmbito corporativo, A Totvs obteve lucro líquido de R$ 96,147 milhões no quatro trimestre de 2020, alt de 78,4% na comparação anual. Em 2020, o lucro líquido foi de R$ 294,959 milhões, 40% maior que o visto no ano anterior.

A Suzano pagou, de forma antecipada, uma dívida de R$ 1,454 bilhão perante o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), que tinha prazo médio era de 33 meses e custo médio em dólares equivalente a 3,48% ao ano.

A Suzano fechou um contrato de pré-pagamento de exportação no valor de US$ 1,57 bilhão vinculados a indicadores de desempenho ambientais e que prevê a redução de intensidade de emissões de gases de efeito estufa e redução de captação industrial de água.

A Marfrig informou sobre a liquidação final das ofertas de compra das notas sêniores em circulação com vencimento em 2025 e 2024, emitidas pela subsidiária MARB. No último dia 8, a data de expiração da oferta, os montantes agregados de US$ 714,6 milhões em Notas 2025 (71,46% do total em circulação) e US$ 329,5 milhões em Notas 2024 (43,93%) aderiram às ofertas e não cancelaram a adesão.

A Suzano registrou lucro líquido de R$ 5,9 bilhões no quarto trimestre de 2020, alta de 403% em comparação ao resultado de R$ 1,2 bilhão no mesmo intervalo de 2019. Em todo o ano de 2020, a companhia teve prejuízo de R$ 10,7 bilhões, ante resultado líquido negativo de R$ 2,8 bilhões em 2019.

A Suzano também informou a conclusão da curva de captura de ganhos de sinergias operacionais estimadas pela compra da Fibria, de R$ 1,3 bilhão por ano (antes de impostos), ao final do exercício de 2020, obtidas com a redução de custos, despesas, investimentos de capital e tributos indiretos.

O conselho de administração da Suzano aprovou a reeleição dos membros da diretoria executiva estatutária, diretoria executiva e diretoria funcional, para mandato de um ano a partir de hoje.

A Federação Brasileira de Bancos (Febraban) melhorou sua projeção de alta da carteira total de crédito para 2021 para 7,3%, de 7% em dezembro, na comparação com 2020, segundo pesquisa feita pela entidade com os bancos associados. A avaliação considera uma expectativa mais positiva para as linhas com recursos livres, cuja expansão prevista subiu de 9,6%, na pesquisa anterior, para 9,9%.

O monitoramento do Sistema Interligado Nacional (SIN) aponta que em dezembro a demanda por energia bateu a marca de 3,7% de crescimento de carga, se comparado com o mesmo mês do ano anterior, e de alta de 7,4%, em comparação ao mês anterior, devido ao maior número de dias úteis em relação ao mesmo mês do ano anterior, temperaturas elevadas e expansão da produção industrial.