RADAR DO DIA: Câmara mantém veto de Bolsonaro; atenção ao exterior

169
Foto: Paul Pasieczny / freeimages.com

São Paulo – As bolsas da Europa operam em queda, assim como os futuros de índices de ações dos Estados Unidos, com negociações cautelosas nesta manhã após a divulgação de dados econômicos piores do que o previsto por analistas sobre a atividade do setor privado europeu.

Ontem, as bolsas norte-americanas fecharam em alta, com novo recorde do Nasdaq, apesar de dados pessimistas da ata do Fed na quarta-feira (19), que indicaram recuperação mais fraca da economia americana no segundo semestre.

Além de repercutir a esperada manutenção do veto presidencial pela Câmara, confirmada ontem, os investidores também devem reagir aos dados preliminares do índice dos gerentes de compras (PMI, na sigla em inglês) sobre atividade industrial e de serviços nos Estados Unidos e na zona do euro.

No âmbito corporativo, a Eletrobras suspendeu, até 25 de agosto de 2020, a oferta pública com esforços restritos de debêntures a serem emitidas pela Eletronorte e a oferta pública com esforços restritos de debêntures a serem emitidas pela Amazonas GT, a fim de garantir o cumprimento da Instrução CVM 476.

Os acionistas da Smiles, programa de fidelidade da Gol Linhas Aéreas, votaram pela reprovação da compra antecipada de passagens no valor de R$ 1,2 bilhão, com remuneração de 115% do CDI de 3,5% ao ano (aa).