RADAR DO DIA: Balanços da Amazon e Apple preocupam investidores

São Paulo – Os resultados financeiros abaixo do esperado divulgados pela Amazon e pela Apple, somados a um crescimento aquém do previsto na Alemanha, puxam para baixo as bolsas internacionais no último pregão de um mês positivo para a renda variável.

O que deixou os investidores particularmente preocupados foi o fato de as duas empresas, conhecidas por gerenciarem bem as próprias cadeias de suprimento, terem citado problemas justamente nesta área para justificar vendas menores.

Boa parte da alta recente no preço das ações vinha sendo justificada com o argumento de que estes problemas, na prática, não estavam impedindo as companhias de aumentar as vendas e lucrar.

No Brasil, a agenda de indicadores está esvaziada – destaque apenas para os resultados das contas públicas em setembro, às 9h30 -, mas o ruído político continua pesando sobre a confiança dos investidores.

Ontem, o presidente Jair Bolsonaro disse que a Petrobras não deveria ter um lucro tão alto, horas antes de a empresa anunciar que lucrou R$ 31,4 bilhões no terceiro trimestre e que no final do ano distribuirá mais R$ 31,8 bilhões aos acionistas – dentre eles a União.

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), defendeu ontem a PEC dos Precatórios (PEC 23/2021), que reestrutura o saldo de dívidas judiciais da União para abrir espaço no teto de gastos a partir de 2022. A proposta não obteve acordo para ser votada pela Câmara dos Deputados durante a semana.

Em âmbito corporativo, o lucro líquido aos acionistas da Vale aumentou 33,6% no terceiro trimestre, para US$ 3,89 bilhões, enquanto a receita líquida cresceu 17,8%, para US$ 12,68 bilhões.

A Equatorial Energia assinou contrato para a compra de 100% das ações da Echoenergia Participações, por US$ 6,657 bilhões.

O conselho de administração da Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp) autorizou a emissão de R$ 1,5 bilhão em debêntures. O valor total poderá ser acrescido em até 20%.

A Eletrobras realizou a pré-seleção de instituições financeiras que serão coordenadores líderes do sindicado dos bancos que ficará responsável pela estruturação da operação de follow on. Os pré-selecionados foram o Bank of America, BTG Pactual, Goldman Sachs, Itaú BBA e XP Investimentos.

O conselho de administração da CCR aprovou o início das tratativas para adoção de um programa de emissão de american depositary receipts (ADRs, recibos de ação de empresas estrangeiras negociados na Bolsa de Valores de Nova York) Nível 1 com lastro nas ações emitidas pela empresa.

A Usiminas apresentou lucro líquido de R$ 1,824 bilhão no terceiro trimestre em relação ao mesmo período do ano anterior, alta de 821%. No período, a receita líquida somou R$ 9,026 bilhões, alta de 106% na comparação anual. O ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) ajustado, por sua vez, subiu 249% no trimestre, para R$ 2,886 bilhões, na mesma base de comparação.

A Usiminas iniciou as obras para reparo do cone grande do alto-forno 2 da usinas de Ipatinga, em Minas Gerais. A expectativa é de conclusão em abril de 2022. A obra terá um valor de R$ 35 milhões.

A Alpargatas aprovou investimento (capex) de R$ 600 milhões em 2022, para expansão de capacidade fabril, otimização da malha logística e novas tecnologias de produto e processo. A dona das marcas Havaianas, Osklen e Dupe registrou lucro líquido recorrente de R$ 155,5 milhões no terceiro trimestre de 2021 em comparação ao mesmo período do ano anterior, uma queda de 34,1%. Já o lucro líquido recorrente atribuído aos acionistas foi de R$ 156,3 milhões no período, um crescimento de 2.813% na mesma base de comparação.

O conselho de administração da Alpargatas aprovou a distribuição de dividendos de R$ 136,9 milhões ( R$0,22575036474 por ação ordinária e R$0,24832540121 por ação preferencial) e juros sobre o capital próprio de R$ 13,0 milhões (R$0,02145224223 por ação ordinária e R$0,02359746646 por ação preferencial), aos acionistas inscritos em 3 de novembro, e o pagamento efetuado em 19 de novembro.

A diretoria colegiada da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) aprovou a realização de consulta e audiência públicas sobre proposta de resolução que permitirá à agência receber, diariamente, informações sobre estoques de combustíveis no país.

A Oi retirou voluntariamente suas american depositary receipts (ADRs, recibos de ação de empresas estrangeiras negociados na Bolsa de Valores de Nova York) da bolsa norte-americana New York Stock Exchange (NYSE), quando elas começaram a ser negociadas no mercado de balcão nos Estados Unidos sob o código de negociação “OIBZQ”.

O lucro líquido aos acionistas da Petrobras somou R$ 31,14 bilhões no terceiro trimestre, após prejuízo um ano antes. A receita líquida cresceu 71,9%, para R$ 121,59 bilhões, em comparação ao terceiro trimestre de 2020.

O conselho de administração da Embraer aprovou a proposta de cisão parcial da sua subsidiária integral Yaborã Indústria Aeronáutica, com incorporação da parcela cindida pela Embraer e eficácia a partir de 1 de janeiro de 2022.

O prejuízo líquido da Suzano aumentou 83,9% no terceiro trimestre, para R$ 7,77 bilhões, enquanto a receita líquida cresceu 44,1%, para R$ 10,76 bilhões.
O ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) ajustado aumentou 67,0%, para R$ 6,31 bilhões.

O conselho de administração da Suzano autorizou a realização de investimentos relacionados ao Projeto Cerrado (construção de uma nova planta de produção de celulose no município de Ribas do Rio Pardo, MS). A capacidade nominal da nova planta aumentou para 2,55 milhões de toneladas de produção de celulose de eucalipto ao ano, de 2,3 milhões de toneladas inicialmente prevista, e entrada em operação no segundo semestre de 2024. O investimento permanece estimado em R$ 14,7 bilhões.

O conselho de administração da JBS elegeu Cledorvino Belini e Francisco Turra como membros independentes do órgão, em substituição a Wesley Mendonça Batista Filho e Aguinaldo Gomes Ramos Filho, que renunciaram nesta data aos cargos de membros efetivos, posição que ocuparam nos últimos quatro anos. A reunião do colegiado também foi realizada hoje (28) e ambos servirão seus mandatos até a próxima assembleia geral da companhia.

O Fleury registrou lucro líquido de R$ 95 milhões no terceiro trimestre de 2021, uma queda de 28,1% em comparação ao mesmo período do ano anterior. Já o lucro líquido ajustado foi de R$ 103,5 milhões no período, recuo de 21,7% na mesma base de comparação. A companhia cancelou e considerou concluída a estimativa de expansão orgânica, que previa a inauguração de 73 a 90 unidades de 2017 a 2021, com 55 unidades inauguradas até o momento – 75% do ponto inferior da projeção.

A bandeira de atacarejo Assaí, do Grupo Pão de Açúcar, reportou lucro líquido atribuível aos acionistas controladores de R$ 538 milhões no terceiro trimestre, uma alta de 33,8% em relação ao desempenho obtido no mesmo período do ano passado.