RADAR DO DIA: Atenção às ações do BB, CSN, Telefônica e cenário político

São Paulo – No pregão de hoje os investidores devem ficar atentos às ações do Banco do Brasil que reportou lucro líquido de R$ 4,005 bilhões, alta de 45,7% no primeiro trimestre deste ano. O lucro ajustado, que exclui efeitos extraordinários do cálculo dos resultados, aumentou 40,3%, a R$ 4,247 bilhões.

A Braskem, maior produtora de resinas termoplástica das Américas, reportou lucro líquido de R$1,028 bilhão no primeiro trimestre do ano, queda de 2% ante o mesmo período de 2018.

O lucro do grupo Pão de Açúcar cresceu 3,4% no primeiro trimestre em relação ao mesmo período do ano passado, para R$ 155 milhões, refletindo principalmente o crescimento de 12% na receita líquida da companhia, a R$ 12,71 bilhões.

A Companhia Siderúrgica Nacional (CSN) obteve lucro líquido de R$ 87 milhões no primeiro trimestre deste ano. A receita líquida da CSN no trimestre somou R$ 6,005 bilhões, alta de 19% na comparação anual. O ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) ajustado do trimestre foi de R$ 1,242 bilhão em termos ajustados, alta de 11% em relação em comparação com o reportado em igual período do ano passado.

A Engie Brasil encerrou o primeiro trimestre de 2019 com lucro líquido de R$ 565,5 milhões, alta de 15,6% em relação à igual período do ano passado. A receita líquida aumentou 25,1% no trimestre, para R$2,338 bilhões, enquanto o ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) atingiu R$ 1,212 bilhão, alta de 15,9% na comparação anual.

A Energias do Brasil encerrou o primeiro trimestre de 2019 com um lucro líquido de R$ 295,6 milhões, alta de 38,1% na comparação com o mesmo período do ano passado. A receita operacional líquida somou R$ 2,827 bilhões no trimestre, queda 0,2% na base anual.

A MRV Engenharia registrou lucro líquido de R$ 189 milhões no primeiro trimestre de 2019, 18,2% superior ao registrado no mesmo período de 2018.

No front político, o ex-presidente Michel Temer deve se apresentar à Polícia Federal, para cumprir a decisão da Primeira Turma do Tribunal Regional Federal da 2a Região (TRF-2), que revogou o habeas corpus do ex-presidente Michel Temer e seu amigo, Coronel Lima e, por conseguinte, o retorno de ambos à prisão.

A comissão mista do Congresso que analisa a Medida Provisória (MP) 870/2019 pode votar hoje o relatório do senador Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE) a respeito da legislação. A expectativa era de que o texto fosse votado ontem, mas divergências sobre alguns pontos da MP atrasaram a tramitação.

A participação do ministro da Economia, Paulo Guedes, na comissão especial que analisa a reforma da Previdência também deve repercutir no mercado. Ontem Guedes falou aos deputados que analisam a proposta e afirmou que a economia de R$ 1 trilhão em dez anos é apenas para conter buraco, e que uma reforma de R$ 600 bilhões não permite capitalização. O ministro disse, ainda, que não tem ilusão de crescimento de 4% neste momento.

Wilian Miron

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com