RADAR DO DIA: Atenção às ações da Vale com risco de rompimento em mina

São Paulo – Os mercados acionários do exterior operam no vermelho em sua maioria, assim como os futuros norte-americanos. Por aqui, além da pressão exterior, o alerta do Ministério Público sobre uma barragem da Vale e a inabilidade do presidente Jair Bolsonaro andam desanimando os investidores, cada vez mais cautelosos e com menor apetite por risco.

O Ministério Público de Minas Gerais (MP/MG) disse que os taludes da Cava de Gongo Soco, em Barão de Cocais, podem se romper entre os dias 19 e 25 de maio. A estrutura é operada pela mineradora Vale, que já foi cientificada do risco.

A Vale informou que assim que identificou movimentação no talude Norte, na cava da mina Gongo Soco, em Barão de Cocais (MG), paralisada desde 2016, a informou imediatamente as autoridades competentes e vem tomando as medidas necessárias para informar a população sobre a situação na cava e na barragem Sul Superior, que fica aproximadamente a 1,5 quilômetros de distância do talude.

O conselho de administração da CCR aprovou o nome de Fabio Correa Russo para o cargo de diretor de Negócios da companhia após o pedido de renúncia de Paulo Cesar de Souza Rangel.

A Localiza pagará no dia 20 de maio o montante total de R$ 69,1 milhões aos acionistas, a título de juros sobre capital próprio (JCP) e R$ 7,2 milhões em dividendos.

A BR Distribuidora informou que a partir de 20 de maio começará a fase de testes do “Cartão Caminhoneiro Petrobras”, solução de pagamento que visa dar mais segurança aos motoristas autônomos quanto às oscilações no preço do diesel rodoviário.

Allan Ravagnani

Um comentário em “RADAR DO DIA: Atenção às ações da Vale com risco de rompimento em mina

  • 20 de agosto de 2019 em 08:18
    Permalink

    Abra app Google Residence no seu smartphone ߋu pill.

Fechado para comentários.

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com