RADAR DO DIA: PIB da China e orçamento no Brasil

Foto: Paul Pasieczny / freeimages.com

São Paulo – A China anunciou que cresceu 18,3% no primeiro trimestre deste ano em relação ao mesmo período do ano anterior, quando o país enfrentou a pior fase da pandemia de covid-19 no território chinês. Especialistas esperavam uma alta um pouco maior, de 19%, mas o mercado reagiu com entusiasmo ao resultado, que está servindo como justificativa para o avanço das bolsas no exterior.

Nos Estados Unidos, os contratos futuros de ações do país apontam para uma abertura mais perto da estabilidade. Os índices acionários norte-americanos estão renovando máximas históricas recentemente – o Dow Jones fechou o pregão de ontem acima dos 34 mil pontos, um recorde -, e isso limita avanços adicionais nestes indicadores.

No Brasil, os investidores continuam aguardando a solução para o impasse no orçamento de 2021, que prevê menos dinheiro que o necessário para as despesas obrigatórias e precisa ser vetado ou sancionado até dia 22. Enquanto isso, o governo apresentou proposta para o orçamento do ano que vem que reduziu levemente a previsão de déficit primário e que prevê a correção do salário mínimo apenas pela inflação.

Ontem, o STF derrubou ontem, por oito votos a três, as condenações da Lava Jato contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Com a decisão, Lula pode ser candidato em 2022.

Em âmbito corporativo, a Natura projeta ter uma receita líquida consolidada entre R$ 47 bilhões e R$ 49 bilhões em 2023, segundo projeções divulgadas pela companhia hoje.

Em relação à margem ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) consolidada, a Natura prevê entre 14% e 16% no final de 2023. Já para o índice de endividamento líquido consolidado, a empresa espera ter uma dívida líquida igual ou menor que 1,0 vez o ebitda dos 12 meses anteriores a 31 de dezembro de 2023.

O Comitê de Pessoas, Remuneração e Elegibilidade (Corem) do Banco do Brasil (BB) concluíram que a indicação de Iêda Aparecida de Moura Cagni, pela União, para o cargo de conselheira de administração deve ser retirada da pauta, pois a candidata atualmente possui vínculo com o controlador, o que a descaracteriza da condição de independente. O comitê opinou favoravelmente às indicações dos acionistas minoritários para os conselhos fiscal e de administração.

O volume de lançamentos da MRV Engenharia no primeiro trimestre de 2021 somaram R$ 1,7 bilhão, alta de 58% na comparação anual. No período, foram lançadas 9,996 mil unidades, segundo prévia operacional divulgada pela companhia.

O conselho de administração do Grupo Fleury aprovou a constituição do primeiro comitê de práticas sociais, ambientais e de governança (ESG, na sigla em inglês) da companhia e informou que irá acompanhar e apoiar o trabalho do grupo.

Os acionistas da BR Distribuidora aprovaram, em assembleia geral ordinária, o pagamento de R$ 1,8 bilhão em dividendos do resultado do exercício de 2020, em duas parcelas, de R$ 1,1 bilhão, correspondente a R$0,94420600858 por ação, até 30 de abril, e de R$ 707,0 milhões (R$ 0,60693556505 por ação) até 31 de dezembro, aos acionistas na posição acionária de 15 de abril.

A Associação Brasileira de Frigoríficos (Abrafrigo) informou que foi marcada para o dia 22 deste mês a retomada, no Supremo Tribunal Federal (STF), do julgamento da Ação Direta de Inconstitucionalidade (Adin) de sua autoria, que trata da obrigação das empresas do segmento de reter e recolher o Funrural referente aos produtos que compram dos produtor.