Queimadas no Brasil são alvo do primeiro debate entre Trump e Biden

127
O democrata Joe Biden em discurso / Foto: Campanha de Joe Biden

São Paulo — O governo brasileiro pode enfrentar uma dura batalha contra os Estados Unidos em relação ao clima caso o democrata Joe Biden vença das eleições presidenciais marcadas para 3 de novembro. Durante o primeiro debate, na noite de ontem, o ex-vice-presidente norte-americano citou as queimadas no Brasil e disse estar disposto a punir o país caso não cumpra medidas ambientais.

“Olha o que está acontecendo no Brasil: as florestas estão sendo destruídas, as florestas tropicais estão sendo devastadas. Vou me juntar a outros países para a proteção dessas florestas e os países que não fizerem isso vão sofrer as consequências”, afirmou Biden.

O democrata, no entanto, mostrou-se disposto a apoiar financeiramente os países na preservação das florestas, mas disse que cobriria uma resposta ambiental após a transferência dos recursos.

Trump, por sua vez, não citou nominalmente o Brasil, mas atribuiu o problema das queimadas à má gestão, citando o exemplo da Califórnia.

“Temos que melhorar a gestão das florestas. Todos os anos eu recebo uma ligação dizendo que a Califórnia está pegando fogo. Se a floresta fosse bem gerida, isso não aconteceria. A Europa faz uma boa gestão das florestas”, afirmou ele.