Queda no minério pode afetar Vale; demissão de Levy pode mexer

São Paulo – A semana se inicia na expectativa do feriado na quinta-feira (corpus christi) e das reuniões do Comitê de Política Monetária (Copom) e do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano) na quarta-feira (19).

O presidente do BNDES, Joaquim Levy, pediu demissão ontem (16) após ouvir críticas públicas do presidente Jair Bolsonaro com o aval do ministro da Economia, Paulo Guedes. O fato deverá ser digerido hoje pelo mercado, no meio político a repercussão foi ruim.

De acordo com a apuração de veículos da imprensa, o favorito para ocupar a presidência do banco é o atual secretário de Privatizações do ministério da Economia, o empresário Salim Mattar, fundador da Localiza.

Bolsonaro disse ontem que estuda diminuir os impostos sobre a importação de computadores e celulares. “Para estimular a competitividade e inovação tecnológica, o governo estuda a possibilidade de reduzir de 16% para 4% os impostos sobre importação de produtos de tecnologia da informação”, afirmou ele em sua conta no Twitter.

Os preços dos contratos futuros do minério de ferro na bolsa de Dalian, na China, fecharam em queda. O preço do contrato mais negociado, com entrega para setembro de 2019, caiu 2,3%, a 769,5 iuanes (US$ 111,09) por tonelada, enquanto o do contrato para janeiro de 2020, que teve o segundo maior giro, recuou 2,8%, para 687,5 iuanes (US$ 99,25) por tonelada.

A Petrobras avalia o potencial produtivo das acumulações de petróleo e gás natural, estando previsto para esse ano um teste de longa duração na área de Farfan, e nas áreas descobertas na Bacia de Sergipe.

A estatal também informou que retomou o processo de venda de ativos no setor de fertilizantes, após a 24 Vara Federal do Rio de Janeiro revogar a decisão liminar que determinava a suspensão da venda de sua participação na Araucária Nitrogenados (Ansa) e na Unidade de Fertilizantes Nitrogenados III (UFN-III).

O Banco do Brasil (BB) nomeou Hélio Lima Magalhães e Marcelo Serfaty para ocupar cargos no conselho de administração até 2021.

A Companhia Brasileira de Distribuição (CBD) vendeu toda sua participação de 36,27% na Via Varejo para o empresário Michel Klein, em leilão realizado na B3. O preço por ação foi de R$ 4,90, correspondendo a um total de R$ 2,3 bilhões. A liquidação será no dia 18 de junho.

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com