Produção diária da 3R Petroleum recua para 56.287 boe em janeiro

173

São Paulo, SP – A 3R Petroleum informou os dados preliminares da produção referente a janeiro, com 56.287 barris de óleo equivalente por dia (boe/d), dos quais 47.180 boe/d referem-se à parcela 3R. Em dezembro, a produção foi de 56.560, dos quais 47.016 boe/d referem-se à parcela 3R.

A 3R é operadora dos Polos Potiguar, Macau, Areia Branca, Fazenda Belém, Rio Ventura, Recôncavo, Peroá e Papa Terra; e detém participação de 35% no Polo Pescada, que é operado pela Petrobras.

A produção do Complexo Potiguar registrou incremento de 3,4% boe/d comparado ao mês anterior (M/M). O resultado é impulsionado pela performance dos Polos Potiguar e Macau, que registraram aumentos de 3,3% e 3,0% boe/d M/M, respectivamente. O desempenho do Polo Potiguar foi suportado por reativações de poços, intervenções com sonda (workovers) e otimizações operacionais, enquanto a performance do Polo Macau reflete a conexão de novos poços à malha de produção do ativo.

A produção do Complexo Recôncavo apresentou incremento de 0,5% boe/d M/M. A performance é explicada pelo resultado de intervenções em poços (workover e pulling) com sondas.

A produção do Polo Peroá reduziu em 1,1% boe/d M/M. O desempenho reflete a venda do volume de gás natural previsto no contrato de take or pay, menor do que a capacidade atual de produção do ativo, alinhado com a demanda do mercado registrada no mês de janeiro.

A produção do Polo Papa Terra apresentou queda de 7,4% bbl/d M/M. O resultado é explicado, principalmente, pela parada programada das operações no fim de janeiro para conexão do poço PPT-12 à malha de produção, atualmente com ajustes nos sistemas de superfície em fase de conclusão.

Adicionalmente, como parte do programa de manutenção planejado para 2024, a companhia informou que iniciou em fevereiro as intervenções de workovers nos poços PPT-50, PPT-17 e PPT-37, para troca das bombas BCS (bombeio centrífugo submerso). Tais intervenções devem limitar a capacidade de produção de Papa Terra até meados do mês de abril. Essa etapa do programa de intervenções em Papa Terra atende os requisitos necessários para garantir a estabilidade de produção e a eficiência operacional planejado para o ativo em 2024.

No mês de janeiro foram realizadas operações de offloading no Polo Papa Terra, sendo 559 mil barris de óleo faturados pela subsidiária 3R Offshore.

Assembleia Geral Extraordinária (AGE)

A 3R Petroleum informou que recebeu carta da Maha Energy direcionada ao seu Conselho de Administração da Companhia com pedido de convocação de Assembleia Geral Extraordinária (AGE).

A carta solicita a convocação de AGE para a destituição dos atuais membros do Conselho de Administração, e, se aprovada, a fixação do número de membros do Conselho de Administração; a eleição de membros para o Conselho de Administração para mandato unificado de 2 anos; a caracterização de, pelo menos 2 conselheiros eleitos como membros independentes do Conselho de Administração, e a dispensa, conforme aplicável, dos requisitos previstos no art. 147, 3º, da Lei 6.404/1976.

A Maha propõe a redução do número de membros de 7 para 5, conforme autorizado pelo art. 12 do Estatuto Social da Companhia e a eleição dos seguintes candidatos para desempenhar mandato unificado de dois anos:

Guilherme Affonso Ferreira
Paula Kovarsky Rotta
Harley Lorentz Scardoelli
Paulo Thiago Mendonça
Fabio Vassel

Conforme comunicado ao mercado divulgado em 7 de fevereiro de 2024, a Maha é acionista da Companhia, com participação acionária equivalente a 5% do capital social da 3R.

“Companhia analisará o conteúdo da carta, dentro do seu processo de governança interna, e adianta que manterá sua atual estratégia de negócios, bem como manterá seus investidores e o mercado em geral devidamente informados”, concluiu o comunicado da companhia.