Produção de aço bruto sobe 11% em janeiro, diz Aço Brasil

87

São Paulo – A produção de aço bruto no Brasil subiu 10,8% em janeiro ante o mesmo mês do ano passado, para 3,004 milhões de toneladas, segundo dados preliminares divulgados pelo Instituto Aço Brasil (IABr).

A produção de laminados subiu 6,6% na mesma comparação, para 2,167 milhão de toneladas. Deste total, 1,294 milhão de toneladas foi de aços planos e 873 mil toneladas de aços longos – altas de 5,6% e 8,1%, respectivamente.

As vendas totais de aço no Brasil subiram 25,5% em janeiro ante o mesmo mês de 2020, para 1,894 milhão de toneladas.

O maior volume de vendas no mês foi de aços laminados, com um total de 1,894 milhão de toneladas comercializadas, com alta de 25,5% em janeiro frente ao mesmo mês de 2020. Deste total, 1,134 milhão de toneladas foram de aços planos, o que corresponde a uma alta de 25,9%, e 760 mil toneladas de aços longos, uma alta de 25,0% na mesma base de comparação.

PROJEÇÕES

Em 2021, a entidade projeta crescimento de 6,7% em produção de aço bruto, para 33,040 milhões de toneladas e de aumento de 5,3% em vendas, para 20,278 milhões de toneladas.

O consumo per capita de produtos siderúrgicos deve subir de 99,9 quilos (kg) por habitante em 2020 para 104,3 kg por habitante.

“A retomada efetiva depende da vacinação em massa e de medidas de apoio aos desassistidos, o que possibilitará a retomada econômica apoiada pelo ajuste fiscal e redução do custo Brasil, de R$ 1,5 trilhão por ano”, disse Marco Polo, presidente da entidade.

Em 2020, a produção de aço bruto caiu 4,9%, para 30,971 milhões de toneladas, sendo o segundo trimestre o pior período, quando houve queda de 22,2%, em comparação com aos produzido nos mesmos períodos de 2019. Já as vendas subiram 2,4% em relação a 2019, para 19,249 milhões de toneladas.