Procon-SP notifica Claro, Oi, Tim, Vivo sobre vazamento de dados

Homem com máscara usando aplicativo de celular / Foto: União Europeia (UE)

São Paulo – O Procon-SP notificou as operadoras de telefonia Claro, Oi, Tim e Vivo e a empresa de segurança digital Psafe sobre o suposto vazamento de dados de mais de 100 milhões de celulares.

As teles têm 72 horas para responder a partir de hoje se houve o vazamento de dados pessoais de suas bases e, em caso positivo, explicar os motivos do incidente, detalhar quais as medidas tomadas para contê-lo e informar o que farão para reparar os danos causados pelo incidente e evitar que a falha aconteça novamente.

Já a Psafe, que de acordo com notícia divulgada pela “Forbes”, confirmou o vazamento de quase 103 milhões de contas na dark web com informações sensíveis após ter sido contatada por um hacker no exterior, deverá explicar como foi informada sobre o vazamento dos dados e o que a motivou a torná-lo público.

As teles também foram indagadas sobre suas bases de dados pessoais – finalidade e base legal para o tratamento de dados pessoais, política de descarte e armazenamento dos dados – e sobre quais medidas técnicas e organizacionais são adotadas para o cumprimento das determinações da Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD), em vigor desde o ano passado, para disciplinar as regras sobre o tratamento e armazenamento de dados pessoais.