Entidades fecham acordo que limita preço do gás a R$ 70 em SP

205
Foto divulgação: Consigaz

São Paulo, 15 de abril de 2020 – O Procon-SP e o Sindicato das Empresas Representantes de Gás Liquefeito de Petróleo da Capital e dos Municípios da Grande São Paulo (Sergás) fecharam um acordo que limita o preço de venda do botijão de 13 quilos, conhecido como gás de cozinha, de R$ 70.

A entidade, que representa 22 revendedores, disse que os associados venderão botijão de gás na sede da revendedora cadastrada e legalizada junto à Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), desde que o consumidor leve o seu botijão vazio para troca.

Segundo o Procon-SP, aquelas revendedoras que cobrarem o preço acima do acordado terão que demonstrar que tinham o mesmo preço antes da pandemia causada pelo Covid-19, nome do novo coronavírus.

O acordo tem validade até 30 de julho e estabelece que durante esse período a venda de botijão está limitada a um por pessoa. No caso de entrega em domicílio, a taxa de conveniência não pode ser superior a R$ 9,90.