Premiê do Japão será primeiro líder estrangeiro a visitar Biden na Casa Branca

O primeiro-ministro do Japão, Yoshihide Suga

São Paulo – O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, se encontrará pela primeira vez com com o primeiro-ministro japonês, Yoshihide Suga, recebendo a primeira visita de um líder estrangeiro de seu mandato, segundo informou o Secretário-geral do gabinete de Suga, Katsunobu Kato.

“O primeiro-ministro Suga em breve se encontrará com o presidente Joe Biden para discutir a relação entre Japão e Estados Unidos, firmando a cooperação entre as duas nações e seu compromisso com o desenvolvimento”, afirmou Kato.

Segundo Wato, a visita ocorrerá na primeira quinzena de abril, com datas ainda a decidir.

A reunião ocorre em um momento em que Biden busca abordar a política externa enquanto enfrenta a pandemia de covid-19, tendo assinado ontem um pacote de auxílio de US$ 1,9 trilhão.

Biden falou virtualmente com líderes do Japão, Índia e Austrália. O grupo, conhecido como Quad, é uma aliança estratégica focada em lidar com as preocupações mútuas sobre a China.

Suga foi eleito primeiro-ministro do Japão em setembro, sucedendo Shinzo Abe, que renunciou devido a problemas de saúde.

A China foi o foco da campanha presidencial dos Estados Unidos de 2020. Biden adotou uma postura dura em relação ao país, pegando algumas políticas do ex-presidente Donald Trump, que aumentou a pressão sobre Pequim no final de seu mandato.

Mais tarde na próxima semana, o secretário de Estado Antony Blinken e o conselheiro de segurança nacional Jake Sullivan se reunirão com colegas chineses no Alasca, após uma viagem da delegação dos Estados Unidos ao Japão e à Coreia do Sul. Eles disseram que vão discutir comércio, questões de tecnologia e direitos humanos.