Primeira dose de vacina é menos eficaz contra variante Delta, diz Fauci

O diretor do Instituto Nacional de Alergia e Doenças Infecciosas dos Estados Unidos, Anthony S. Fauci / Foto: Casa Branca

São Paulo – A primeira dose da vacina contra a covid-19 da Pfizer e da AstraZeneza tem uma eficácia menor contra a variante Delta do coronavírus, segundo o assessor chefe médico do presidente Joe Biden e diretor do Instituto Nacional de Alergia e Doenças Infecciosas dos Estados Unidos, doutor Anthony Fauci.

“As duas doses das vacinas da Pfizer e da AstraZeneca são eficientes contra a variante Delta, mas apenas uma dose desses dois imunizantes tem uma eficácia reduzida contra essa cepa”, afirmou ele em coletiva de imprensa.

Citando um estudo britânico, Fauci disse que três semanas após a primeira dose, as duas vacinas tinham eficácia de apenas 33% contra casos sintomáticos provocados pela variante Delta e 50% pela Alpha.

Esse percentual aumenta, no entanto, após a aplicação da segunda dose. “Duas semanas depois da segunda dose da Pfizer-BioNTech, a vacina apresentou 88% de eficácia contra os sintomas provocados pela variante Delta e 93% da eficácia contra a variante Alfa”, afirmou ele. “Duas doses da AstraZeneca têm eficácia de 60% contra a variante Delta e 66% contra a variante Alpha”, acrescentou.

Segundo Fauci, a variante detectada pela primeira vez na Índia já está presenta em 60 países, incluindo os Estados Unidos e o Reino Unido – onde as vacinas da Pfizer e da AstraZeneca são amplamente utilizadas – e o nível de transmissão da Delta é maior do que a da Alfa, a cepa descoberta no Reino Unido.

“No Reino Unido, a variante Delta está presente em quase 60% dos casos e é a mais comum nos contágios entre os jovens de 12 a 20 anos, por isso, há uma grande preocupação para que essa faixa seja vacinada o quanto antes”, disse Fauci, acrescentando que nos Estados Unidos, a variante Delta corresponde hoje a cerca de 6% dos casos. “Não podemos deixar o cenário do Reino Unido se repetir nos Estados Unidos. Se vacinem e se você tomou apenas uma dose, vá tomar a segunda”, acrescentou.

Ele alertou ainda que a variante Delta está associada ao aumento de casos mais graves de covid-19, elevando o risco de hospitalizações, quando comparada com a variante Alpha.