Presidente do PL tem “carta branca” para acertar filiação de Bolsonaro

Presidente Jair Bolsonaro discursa após cerimônia de posse do Ministro de Estado da Cidadania, Joao Roma, e do Ministro de Estado Chefe da Secretaria-Geral da Presidência da República, Onyx Lorenzoni e sanção da Lei da Autonomia do Banco Central. (Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)

Brasília – Os presidentes regionais do PL deram “carta branca” ao presidente nacional do partido, Valdemar Costa Neto, para acertar a filiação do presidente Jair Bolsonaro e decidir sobre a sucessão presidencial nas eleições de 2022. A decisão foi tomada em reunião nesta quarta-feira, em Brasília, por unanimidade.

“O presidente nacional do Partido Liberal, Valdemar Costa Neto, tem carta branca para conduzir e decidir sobre a sucessão presidencial e a filiação do presidente Jair Bolsonaro”, diz a nota oficial do PL.

Na semana passada, a filiação de Bolsonaro foi confirmada pelo partido e anunciada para o próximo dia 22, em evento político dos liberais, em Brasília. Porém, no último fim de semana, o acerto retrocedeu e o evento foi cancelado.

“O Partido Liberal está pronto e alinhado para receber o presidente da República, Jair Bolsonaro, em todos os estados”, informa a nota divulgada após a reunião. Porém não foi anunciada a data da filiação de Bolsonaro.

Em alguns estados, o PL atua em parceria com adversários políticos do Palácio do Planalto. As resistências do PL ao governo estão estados como São Paulo, Piauí, Pernambuco, Ceará e Amazonas.