Presidente do Fed diz que economia dos EUA levará tempo para se recuperar

215
O presidente do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano), Jerome Powell / Foto: Fed

São Paulo – A economia norte-americana irá se recuperar da crise provocada pelo novo coronavírus, embora o choque causado pela pandemia tenha exposto uma série de desigualdades preocupantes – a maioria das quais antecedeu a crise atual -, disse o presidente do Federal Reserve (Fed, o banco central dos Estados Unidos), Jerome Powell.

“O caminho a seguir provavelmente será desafiador”, disse Powell em discurso preparado para uma conferência on-line sobre desenvolvimento da força de trabalho organizada pelo Federal Reserve de Cleveland.

“Uma crueldade particular da pandemia tem sido seus efeitos desproporcionais em muitas áreas que já estavam sofrendo”, acrescentou.

Powell disse que era importante que os formuladores de políticas prestassem atenção em como as estatísticas econômicas podem encobrir as disparidades, incluindo como a prosperidade mais ampla escapou de certas partes do país, bem como das minorias raciais ou étnicas.

“Não está perdido para mim que estamos nos reunindo no dia 19 de junho em meio a um acerto de contas renovado da injustiça racial”, disse Powell.

O chefe do Fed se referiu ao Juneteenth, um feriado comemorado no dia 19 de junho em memória a este dia no ano de 1865 quando foi anunciada a Proclamação de Emancipação da escravidão no Texas e, de forma geral, em todos os demais estados confederados do sul dos Estados Unidos.