Presidente do Eurogrupo pede políticas ágeis para mitigar incertezas da pandemia

O presidente do Eurogrupo, o irlandês Pascal Donohoe / Foto: União Europeia

São Paulo – O presidente do Eurogrupo (que reúne os ministros da eurozona), Paschal Donohoe, defendeu políticas mais ágeis para mitigar as incertezas provocadas pela pandemia do novo coronavírus durante o encontro para a definição da agenda do segundo semestre. Essa é a primeira reunião presencial do grupo desde setembro e tem Lisboa como sede.

“Há ainda algum caminho a percorrer. As nossas políticas precisarão ser permanecer ágeis dada a incerteza associada à pandemia e às suas variantes”, disse ele.

Segundo Donohoe, a recuperação da eurozona está ganhando ímpeto à medida que as economias reabrem e que os recursos do mecanismo de recuperação e resiliência sejam liberados, o que deverá acontecer nos próximos meses.

“Para ser sustentável, a recuperação também precisa de ser inclusiva e limitar os riscos de cicatrizes em longo prazo”, acrescentou.