Prejuízo líquido da B2W diminuiu 64,1%, para R$ 36,8 milhões no 3T20

171

São Paulo – A companhia digital B2W registrou prejuízo líquido de R$ 36,8 milhões no terceiro trimestre, melhora de 64,1% em relação ao prejuízo de R$102,5 milhões registrado no mesmo período do ano anterior, devido a crescimento das vendas, reestruturação e melhores resultados financeiros.

O resultado líquido exclui o efeito não recorrente de despesas referentes a ação de inconstitucionalidade do ICMS na base de cálculo do PIS/COFINS no valor de R$ 7,0 milhões.

A receita líquida da empresa aumentou 58,5% no período e totalizou R$ 2,664 bilhões na comparação anual.

O ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) ajustado alcançou R$ 252,3 milhões no trimestre, alta de 65,7% na base anual.

O Gross Merchandise Volume (GMV), que são as vendas de mercadorias próprias, vendas realizadas no marketplace, após devoluções e incluindo impostos, alcançou R$ 7,264 bilhões no terceiro trimestre, 56,2% maior que o visto no mesmo período de 2019.

O Marketplace subiu 54,7% no trimestre e totalizou R$ 4,396 bilhões na comparação anual. O segmento representou 60,5% do GMW total, baixa de 0,6 pontos percentuais (pp).

No trimestre, a companhia concluiu o aumento de capital de R$ 4,0 bilhões, que permitirá a execução do plano de crescimento, incluindo expansão orgânica, parcerias estratégicas e eventuais aquisições.