Prejuízo da Airbus soma 3,5 bi de euros no 4º tri de 2019

152
Avião A400M da Airbus. (Foto: Divulgação/Airbus)

São Paulo – A Airbus reportou prejuízo líquido de 3,548 bilhões de euros no quarto trimestre de 2019, revertendo o lucro de US$ 1,601 bilhão no mesmo período do ano anterior. Na mesma base de comparação, a receita somou 24,310 bilhões de euros, um aumento de 4,0%.

No ano, a Airbus registrou um prejuízo líquido de 1,362 bilhão de euros, revertendo o lucro de 3,054 bilhões de euros de 2018. Já a receita do ano todo teve uma alta de 11% em relação ao ano anterior, somando 70,478 bilhões de euros.

Os resultados refletem as investigações e multas resultantes de um escândalo envolvendo o modelo A400M após vendas suspeitas envolvendo o uso de propina tanto nos Estados Unidos como na França e no Reino Unido. As multas totalizaram perto de 3,6 bilhões de euros.

As vendas de aeronaves comerciais somaram 19,203 bilhões de euros, alta de 10%, enquanto a receita da unidade de helicópteros subiu 5%, para 2,295 bilhão de euros. Por sua vez, as vendas da divisão de defesa e espaço regrediram em 20%, para 3,201 bilhões de euros.

O número total de pedidos em carteira da Airbus no final do quarto trimestre somou 7,482 mil unidades, uma queda de 1% ante igual período de 2018. No ano, a Airbus entregou 768 aeronaves comerciais.

A empresa espera entregar 880 aeronaves comerciais para este ano. “Nosso foco em 2020 será reforçar a cultura de nossa empresa, melhorar operacionalmente e ajustar nossa estrutura de custos para fortalecer o desempenho financeiro e nos prepararmos para o futuro”, disse o executivo-chefe da Airbus, Guillaume Faury.