Preço médio de venda de imóveis tem leve queda em junho

Por Allan Ravagnani

São Paulo – O preço médio para venda de imóveis residenciais teve uma queda de 0,03% no mês de junho, de acordo com o índice FipeZap. A variação coincide com o índice IPCA no período (-0,03%), fechando o mês em estabilidade em termos reais. Maceió foi a cidade com maior alta no preço (+1,27%), e Salvador teve o maior recuo (-0,41%).

Nos primeiros seis meses do ano, o Indice FipeZap acumula alta nominal de 0,29%, variação menor do que a inflação no período segundo o IPCA, de 2,19%. A comparação entre a variação acumulada do Indice e a inflação ao consumidor impõe ao preço médio de venda de imóveis residenciais uma queda real de 1,86% na primeira metade de 2019.

Nos últimos doze meses o preço dos imóveis acumula um aumento nominal de 0,25%. Com a inflação de 3,32% no intervalo, segundo o IPCA. O Índice FipeZap acumula uma queda real de 2,98% nos últimos 12 meses. Brasília (+3,84%), Goiânia (+3,83%) e Manaus (+3,78%) tiveram as maiores altas no período, enquanto João Pessoa teve o maior recuo nos últimos 12 meses (-3,26%), seguida por Campo Grande (-2,96%) e Fortaleza (-2,31%).

O preço médio de venda de imóveis residenciais foi de R$ 7.182/m entre as 50 cidades monitoradas pelo FipeZap. Rio de Janeiro se manteve como a capital com o preço do metro quadrado mais caro (R$ 9.431/m), seguida por São Paulo (R$ 8.935/m) e Brasília (R$ 7.295/m).

Já entre as capitais monitoradas com menor valor médio de venda residencial por m, destacaram-se: Campo Grande (R$ 4.120/m), Goiânia (R$ 4.268/m) e João Pessoa (R$ 4.484/m).

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com