Powell diz que segunda onda de covid-19 deterioraria confiança

246
O presidente do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano), Jerome Powell. Foto: Divulgação/ Federal Reserve

São Paulo – Uma segunda onda de covid-19 nos Estados Unidos teria como o maior riscos a deterioração da confiança das pessoas na retomada de suas vidas normais, o que atrapalharia de recuperação da economia, disse o presidente do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano), Jerome Powell.

“Uma segunda onda de covid-19 levaria à retomada de medidas de isolamento social e também ao fechamento dos negócios, mas o pior disso seria a perda da confiança das pessoas”, afirmou ele em depoimento ao Comitê de Serviços Financeiros da Câmara dos Deputados.

Neste sentido, Powell disse que a confiança neste momento é o elemento principal para a retomada da economia norte-americana.

A declaração acontece em um momento no qual mais de 30 estados norte-americanos estão registrando aumento de casos do novo coronavírus ao passo em que o processo de reabertura vem sendo implementado. Alguns estados como Texas, Flórida e Arizona chegaram a implementar algumas medidas restritivas novamente.