Powell diz que maior desafio é seguir com reabertura econômica e controlar vírus

163
O presidente do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano), Jerome Powell / Foto: Fed

São Paulo, 29 de junho de 2020 – O processo de reabertura econômica coloca os Estados Unidos em um novo estágio do controle da pandemia de covid-19, disse o presidente do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano), Jerome Powell. Segundo ele, o país alcançou esse marco mais cedo do que o esperado e o grande desafio está em se recuperar sem reascender a disseminação do vírus.

“O caminho a seguir para a economia é extraordinariamente incerto e dependerá em grande parte do sucesso em conter o vírus”, afirmou Powell em declarações preparadas para sua aparição virtual no Congresso amanhã. “Uma recuperação total é improvável até que as pessoas tenham certeza de que é seguro se envolver em uma ampla gama de atividades”, acrescentou.

Segundo Powell, o esforço para suspender as restrições à atividade econômica traz outros riscos, evidenciados por recentes aumentos de infecções por covid-19 e hospitalizações em estados do sul e sudoeste dos Estados Unidos.

“Embora essa recuperação da atividade econômica seja bem-vinda, ela também apresenta novos desafios – principalmente a necessidade de manter o vírus sob controle”, afirmou.

Powell e o secretário do Tesouro, Steven Mnuchin, devem testemunhar amanhã perante o Comitê de Serviços Financeiros da Câmara como parte das aparições trimestrais exigidas pelo pacote de alívio de US$ 2 trilhões que o Congresso aprovou em março.

O Fed estabeleceu nove programas diferentes de empréstimos emergenciais, incluindo vários para fornecer empréstimos a grandes e pequenas empresas, cidades e estados, com US$ 195 bilhões fornecidos pelo Tesouro para cobrir perdas.

“Estamos fortemente empenhados em usar esses programas, bem como nossas outras ferramentas, para fazer o que pudermos para proporcionar estabilidade, garantir que a recuperação seja a mais forte possível e limitar os danos permanentes à economia”, afirmou Powell.