PMI industrial do Reino Unido sobe a 60,9 pontos em abril após revisão

Foto: União Europeia (UE)

São Paulo – O índice dos gerentes de compras (PMI, na sigla em inglês) sobre a atividade industrial do Reino Unido subiu para 60,9 pontos em abril, maior nível em 27 anos, após registrar 58,9 pontos em março, de acordo com dados revisados do instituto de pesquisas IHS Markit.

A leitura preliminar havia mostrado 60,7 pontos. Leituras acima de 50 pontos sugerem expansão da atividade, enquanto valores menores apontam contração. O PMI subiu para o maior nível desde julho de 1994, com a produção e os novos pedidos se expandindo a taxas crescentes.

“O maior afrouxamento das restrições de covid-19 em casa e no exterior levou a outro surto de crescimento acentuado nas fábricas do Reino Unido”, disse o diretor da IHS Markit, Rob Dobson. “As perspectivas para o setor também está cada vez mais positivas, com dois terços dos fabricantes esperando que a produção seja maior em um ano”.

Segundo ele, o crescimento das exportações permanece relativamente moderado, no entanto, enquanto os pequenos fabricantes lutam para exportar. “O setor também continua atormentado por problemas de cadeia de abastecimento e crescentes pressões inflacionárias”.

Interrupção após o Brexit e covid-19, especialmente nos portos, causou atrasos nas entregas do fornecedor, com inflação de preços entre as mais altas nos últimos quatro anos. Os fabricantes repassaram esses custos aos clientes. “Mas espera-se que este cenário inflacionário diminua assim que oferta e demanda voltarem à linha conforme os atrasos logísticos diminuem”.