PMI industrial da China sobe para 52,0 pontos em maio, diz Caixin

São Paulo – O índice dos gerentes de compras (PMI, na sigla em inglês) sobre a atividade industrial da China subiu para 52,0 pontos em maio, após registrar 51,9 pontos em abril, de acordo com dados divulgados pelo instituto IHS Markit em parceria com o grupo de mídia Caixin.

Leituras acima de 50 pontos sugerem expansão da atividade, enquanto valores menores apontam contração. Esse foi o nível mais alto do indicador no ano até o momento, afirma o relatório.

O subíndice do total de novos pedidos atingiu seu ponto mais alto em 2021 e o indicador de novos pedidos de exportação atingiu o seu maior desde novembro. “A oferta foi relativamente fraca, uma vez que a escassez de matéria-prima e os altos preços atrapalharam a expansão. O subíndice de produção foi ligeiramente inferior ao do mês anterior”, disse o economista sênior do Caixin, Wang Zhe.

“O mercado de trabalho manteve-se estável. Os fabricantes permaneceram confiantes sobre as perspectivas de negócios, já que o indicador para as expectativas de produção futura foi maior do que a média de longo prazo”, conclui.