PMI industrial da China sobe ao maior nível desde junho, diz IHS Markit

130

São Paulo – O índice dos gerentes de compras (PMI, na sigla em inglês) sobre a atividade industrial da China subiu para 50,6 pontos em outubro – o maior nível desde junho -, ante 50 pontos em setembro, de acordo com dados divulgados pelo instituto IHS Markit em parceria com o grupo Caixin. O resultado, acima de 50 pontos, sugere expansão da atividade.

Os dados do IHS Markit mostraram que a produção industrial caiu pelo terceiro mês seguido e num ritmo mais rápido que em setembro, mas que as novas encomendas atingiram o maior nível em quatro meses.

“O setor industrial se recuperou levemente em outubro em relação ao mês anterior, mas as pressões negativas sobre o crescimento econômico continuaram”, disse Wang Zhe, economista sênior no Caixin Insight Group.

“Notamos que o impacto da pandemia sobre a indústria diminuiu desde o final de setembro até meados de outubro conforme o número de novos casos de covid-19 diminuiu, o que aumentou a demanda. No entanto, restrições à oferta tornaram-se o principal fator a afetar a economia.”

“A escassez de matérias-primas e a alta nos preços das commodities, combinados com problemas no suprimento de energia elétrica, criaram fortes restrições às indústrias e atrapalharam as cadeias de fornecimento. Os custos de insumos aumentaram muito mais rápido que os preços de venda por vários meses, colocando muita pressão sobre as empresas”, afirmou.