PMI do setor de serviços dos EUA sobe a 64,7 pontos em abril

Foto: FreeImages.com / Lisa Setrini-Espinosa

São Paulo – O índice dos gerentes de compras (PMI, na sigla em inglês) sobre a atividade do setor de serviços dos Estados Unidos subiu para 64,7 pontos em ABRIL, depois de atingir 60,4 pontos em março, de acordo com dados revisados publicados pelo instituto de pesquisas IHS Markit. A expectativa era de alta para 63,3 pontos.

Na versão preliminar, o índice havia avançado para 63,1 pontos. Leituras acima de 50 pontos sugerem expansão da atividade, enquanto valores menores apontam contração. O PMI composto, que agrega dados dos segmentos industrial e de serviços, subiu para 63,5 pontos em abril, de 59,7 pontos em março. A versão preliminar havia mostrado alta para 62,2 pontos.

“Graças ao conjunto de uma implementação bem-sucedida de uma vacina, reabertura da economia, política monetária ultra-acomodatícia e injeção de novos estímulos fiscais, as empresas estão relatando o aumento mais forte na demanda visto em pelo menos uma década”, afirma o economista chefe da IHS Markit, Chris Williamson.

De acordo com Williamson, o aumento da demanda resultou em um dos meses mais fortes de criação de empregos já registrado pela pesquisa.

“A maior ameaça ao panorama continua sendo as novas variantes do vírus, o que inevitavelmente significará que as viagens internacionais e as atividades de negócios associadas ficarão sob pressão por algum tempo, mas, enquanto isso, a economia doméstica está indo muito bem, especialmente as indústrias voltadas para o consumidor”, concluiu.