PMI do setor de serviços dos EUA cai a 54,6 pontos em setembro

142

São Paulo – O índice dos gerentes de compras (PMI, na sigla em inglês) sobre a atividade do setor de serviços dos Estados Unidos caiu a 54,6 pontos em setembro, de 55,0 pontos em agosto, de acordo com dados preliminares divulgados pelo instituto de pesquisas IHS Markit.

O dado veio em linha com a projeção dos analistas. Números acima de 50 sugerem expansão da atividade, enquanto valores menores apontam contração. O PMI composto, que agrega dados dos segmentos industrial e de serviços, caiu para 54,4 pontos em setembro, de 54,6 pontos em agosto.

“As empresas dos Estados Unidos relataram um final sólido para o terceiro trimestre, com a demanda crescendo a uma taxa crescente para estimular uma maior recuperação da produção e do emprego”, disse o economista do IHS Markit, Chris Williamson.

“Os dados da pesquisa, portanto, adicionam sinais de que a economia terá desfrutado de uma recuperação sólida no terceiro trimestre após a queda do segundo trimestre. A questão agora é se o forte desempenho da economia pode ser sustentado no quarto trimestre”.

Segundo ele, as taxas de infecção de covid-19 permanecem uma das principais preocupação e medidas de distanciamento social continuam a atuar como um amortecedor no ritmo geral de expansão, principalmente em serviços voltados para o consumidor.

“A incerteza em relação à eleição presidencial também intensificou, esfriando o otimismo dos negócios em relação ao próximo ano. Os riscos, portanto, parecem inclinados para o lado negativo para os próximos meses, pois as empresas aguardam clareza com relação ao caminho da pandemia e a eleição.”