PMI do setor de serviços da Alemanha cai a 16,2 pts em abril após revisão

98

São Paulo – O índice dos gerentes de compras (PMI, na sigla em inglês) sobre a atividade do setor de serviços da Alemanha caiu para 16,2 pontos em abril de 31,7 pontos em março, chegando a seu menor nível histórico, segundo dados revisados divulgados pelo instituto de pesquisas IHS Markit. A leitura preliminar mostrava queda para 15,9 pontos.

Números acima de 50 pontos sugerem expansão da atividade, enquanto valores menores apontam contração. O PMI composto, que agrega dados sobre a atividade dos setores industrial e de serviços, caiu para 17,4 pontos em abril, de 35,0 pontos em março. A versão preliminar havia mostrado baixa para 17,1 pontos.

“Como era esperado após o primeiro mês completo de bloqueio, o declínio na atividade de negócios de serviços em toda a Alemanha se acelerou em abril, com a taxa de contração indo muito além daquela vista mesmo durante as profundezas da crise financeira global”, de acordo com o economista principal do IHS Markit, Phil Smith.

“No entanto, embora a manufatura também tenha sofrido uma queda recorde na produção em abril, as pesquisas do PMI confirmam que o declínio na economia da Alemanha foi menos grave do que na França, Itália e Espanha, onde os bloqueios foram mais rigorosos”, concluiu Smith.