PMI de serviços sobe a 52,1 pontos em agosto, diz Caixin

213

Por Cristiana Euclydes

São Paulo – O índice dos gerentes de compras (PMI, na sigla em inglês) sobre a atividade do setor de serviços da China subiu para 52,1 pontos em agosto, de 51,6 pontos em julho, de acordo com dados do instituto de pesquisas IHS Markit e do grupo de mídia Caixin.

Leituras acima de 50 pontos sugerem expansão da atividade, enquanto valores menores apontam contração. O PMI composto, que agrega dados sobre a atividade dos setores industrial e de serviços, subiu para 51,6 pontos em agosto, de 50,9 pontos em julho.

Os novos negócios avançaram, enquanto os novos negócios de exportação caíram, embora tenham permanecido em território positivo, sugerindo que a demanda doméstica foi mais forte que a demanda externa. Já a medida de emprego avançou notavelmente, apontando para o reforço da capacidade de absorver trabalhadores.

“A economia da China mostrou sinais claros de recuperação em agosto, especialmente no setor de emprego. Políticas anticíclicas entraram em vigor gradualmente”, disse o diretor do CEBM Group, Zhengsheng Zhong.

“No entanto, o conflito comercial sino-americano permaneceu um empecilho, e a confiança nos negócios permaneceu depressiva. Ainda assim, não há necessidade de ser muito pessimista sobre a economia da China, com o lançamento de uma série de políticas para promover um crescimento de alta qualidade”, acrescentou ele.