PMI de serviços da eurozona cai para 41,7 em novembro após revisão

181
Foto: União Europeia (UE)

São Paulo – O índice dos gerentes de compras (PMI, na sigla em inglês) sobre a atividade do setor de serviços da zona do euro caiu para 41,7 pontos em novembro, de 46,9 pontos em outubro, segundo dados revisados divulgados pelo instituto de pesquisas IHS Markit. Na versão preliminar, o índice havia caído para 41,3 pontos.

Leituras acima de 50 pontos sugerem expansão da atividade, enquanto valores menores apontam contração. O PMI composto, que agrega dados sobre a atividade dos setores industrial e de serviços, caiu para 45,3 pontos em novembro na versão revisada, de 50,0 pontos em outubro. A versão preliminar havia mostrado 45,1 pontos.

“A economia da zona do euro voltou a desacelerar em novembro, conforme os governos intensificaram o combate à covid-19, com acerto da atividade empresarial mais uma vez por novas restrições para lutar contra a segunda onda de infecções por vírus”, disse o economista chefe de negócios do IHS Markit, Chris Williamson.

“No entanto, este é um declínio de magnitude muito menor do que visto na primavera. Ao contrário do início do ano, a indústria até agora continuou a se expandir, impulsionada em parte pela recuperação da demanda de exportação, e o setor de serviços também está vendo uma desaceleração muito mais superficial o que durante os primeiros bloqueios.”