PMI de serviços da China sobe a 57,8 pontos em novembro, diz Caixin

298

São Paulo- O índice dos gerentes de compras (PMI, na sigla em inglês) sobre a atividade do setor de serviços da China subiu para 57,8 pontos em novembro, de 56,8 pontos em outubro, de acordo com dados do instituto de pesquisas IHS Markit e do grupo de mídia Caixin.

Leituras acima de 50 pontos sugerem expansão da atividade, enquanto valores menores apontam contração. O PMI composto, que agrega dados sobre a atividade dos setores industrial e de serviços, subiu para 57,5 pontos em novembro, de 55,7 pontos em outubro.

A leitura do PMI de serviços de outubro foi a segunda maior desde abril de 2010, atrás apenas o registro de 58,4 em junho deste ano. “A oferta e a demanda de serviços se expandiram em um ritmo mais rápido, apesar de casos dispersos de covid-19 encontrados em algumas áreas”, disse o economista sênior do Caixin Insight Group, Wang Zhe.

Segundo ele, a demanda externa foi forte, e as incertezas causadas pela pandemia não desaceleraram o crescimento da demanda por exportações de serviços. Já o emprego teve forte melhora em novembro, enquanto os empresários estavam altamente confiantes sobre as perspectivas para a economia.