PMI de serviços da China sobe a 56,8 pontos em outubro, diz Caixin

162
Foto: Freeimages.com/ Gary Tamin

São Paulo – O índice dos gerentes de compras (PMI, na sigla em inglês) sobre a atividade do setor de serviços da China subiu para 56,8 pontos em outubro, de 54,8 pontos em setembro, de acordo com dados do instituto de pesquisas IHS Markit e do grupo de mídia Caixin.

Leituras acima de 50 pontos sugerem expansão da atividade, enquanto valores menores apontam contração. O PMI composto, que agrega dados sobre a atividade dos setores industrial e de serviços, subiu para 55,7 pontos em outubro, de 54,5 pontos em setembro.

A leitura do PMI de serviços de outubro foi a segunda maior em 10 anos, atrás apenas o registro de 58,4 em junho deste ano. “Oferta e demanda doméstica no setor de serviços continuaram a recuperar em um ritmo mais rápido, enquanto a demanda externa foi contida”, disse o economista sênior do Caixin Insight Group, Wang Zhe.

Segundo ele, o índice de atividade de negócios e o indicador total de novos negócios aumentaram e permaneceu em território expansionista pelo sexto mês consecutivo, enquanto o medidor para novos pedidos de exportação permaneceu em território contracionista, com o avanço da covid-19 na Europa e nos Estados Unidos.

Já o emprego no setor de serviços cresceu pelo terceiro mês consecutivo, e as empresas foram positivas quanto às perspectivas econômicas, confiantes sobre o controle efetivo da China da pandemia e da recuperação econômica em curso nos próximos anos.