PMI de serviços da China cai a 54,1 pontos em julho, diz Caixin

119

São Paulo – O índice dos gerentes de compras (PMI, na sigla em inglês) sobre a atividade do setor de serviços da China caiu para 54,1 pontos em julho, de 58,4 pontos em junho, de acordo com dados do instituto de pesquisas IHS Markit e do grupo de mídia Caixin.

Leituras acima de 50 pontos sugerem expansão da atividade, enquanto valores menores apontam contração. O PMI composto, que agrega dados sobre a atividade dos setores industrial e de serviços, caiu para 54,5 pontos em julho, de 55,7 pontos em junho.

Apesar da queda, o PMI chinês permaneceu em território expansionista, “apontando para uma recuperação rápida e continuada do setor de serviços uma vez que a pandemia doméstica de covid-19 foi amplamente controlada”, disse o economista sênior do grupo Caixin Insight, Wang Zhe.

Tanto a oferta quanto a demanda por serviços cresceram, mas a demanda externa pesou, com o indicador para novos negócios de exportação caindo acentuadamente território contracionista na medida em que a pandemia continuou a atingir outras nações.

Já o emprego continuou a encolher, permanecendo em território negativo, enquanto as empresas estavam altamente confiantes sobre as perspectivas da economia.