PMI de serviços da Alemanha sobe a 52,9 pts em dezembro após revisão

166

São Paulo – O índice dos gerentes de compras (PMI, na sigla em inglês) sobre a atividade do setor de serviços da Alemanha subiu para 52,9 pontos em dezembro, de 51,7 pontos em novembro, segundo dados revisados divulgados pelo instituto de pesquisas IHS Markit. A leitura preliminar mostrava 52,0 pontos.

Números acima de 50 pontos sugerem expansão da atividade, enquanto valores menores apontam contração. O PMI composto, que agrega dados sobre a atividade dos setores industrial e de serviços, subiu para 50,2 pontos em dezembro, de 49,4 pontos em novembro. A versão preliminar havia mostrado 49,4 pontos.

A alta no PMI de serviços de dezembro reflete um retorno ao crescimento de novos negócios. Já os novos negócios recebidos do exterior continuaram caindo, embora a uma taxa mais fraca. Em meio a sinais da demanda geral melhorando constantemente, as expectativas das empresas fortaleceram-se em dezembro, com melhor grau de otimismo.

“O setor de serviços da Alemanha viu uma recuperação bem-vinda em dezembro”, disse o economista principal do IHS Markit, Phil Smith. “No entanto, apesar de uma enxurrada final do setor de serviços em dezembro, a estagnação parece a melhor das hipóteses para o crescimento econômico nos últimos três meses do ano”.

Segundo ele, “nada de espetacular é esperado para a abertura trimestre de 2020, embora haja sinais de que as coisas podem estar começando a mudar, com indicadores para novos pedidos e confiança dos negócios em uma trajetória de alta tanto na indústria quanto nos serviços”.

Por fim, ele destacou que o emprego foi bastante estável durante o quarto trimestre, como perda de empregos na indústria contrabalanceando o recrutamento no setor de serviços. “Então por uma questão de consumo interno, foi bom veja as pressões sobre os preços caindo ainda mais.”