PMI da atividade industrial dos EUA cai a 58,6 pontos em fevereiro

Foto: JM Griffin / freeimages.com

São Paulo – O índice dos gerentes de compras (PMI, na sigla em inglês) sobre a atividade industrial dos Estados Unidos caiu para 58,6 pontos em fevereiro, depois de atingir 59,2 pontos em janeiro, de acordo com dados revisados publicados pelo instituto de pesquisas IHS Markit.

Analistas esperavam 58,5 pontos na versão revisada de fevereiro. Na versão preliminar, o índice havia recuado para 58,5 pontos. Leituras acima de 50 pontos sugerem expansão da atividade, enquanto valores menores apontam contração.

Os dados de fevereiro indicam uma melhora acentuada na saúde do setor manufatureiro dos Estados Unidos, segundo a IHS Markit. Embora a taxa de crescimento geral tenha diminuído, foi a segunda mais rápida desde abril de 2010 e foi apoiada por fortes aumentos na produção e novos pedidos.

A interrupção sem precedentes da cadeia de suprimentos permaneceu aparente, no entanto, com a escassez de fornecedores e atrasos no transporte levando a uma elevação substancial nos custos de insumos. As empresas conseguiram repassar parcialmente os preços dos insumos aos clientes por meio do aumento mais rápido nas tarifas desde julho de 2008.

Ao mesmo tempo, o emprego cresceu pela taxa mais acentuada desde setembro de 2014, à medida que a confiança dos empresários também melhorou.

“Outro mês de forte crescimento da produção sugere que o setor manufatureiro dos Estados Unidos está perto de recuperar totalmente a produção perdida com a pandemia no ano passado, e um novo surto de otimismo sugere que a recuperação não está muito mais longe para correr”, disse o economista-chefe de Negócios da IHS Markit, Chris Williamson.