PF faz buscas ligadas a inquérito sobre atos antidemocráticos

432
O deputado Daniel Silveira. (Foto: Cleia Viana/Câmara dos Deputados)

São Paulo – A Polícia Federal cumpre nesta manhã 21 mandados de busca e apreensão relacionados ao inquérito 4.828, que investiga a origem de recursos e a estrutura de financiamento de grupos suspeitos da prática de atos contra a democracia.

Os mandados estão sendo cumpridos nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Maranhão, Santa Catarina e no Distrito Federal. O deputado federal Daniel Silveira (PSL-RJ) seria um dos alvos da operação.

“Polícia Federal em meu apartamento. Estou de fato incomodando algumas esferas do velho poder. E cada dia estarei mais firme nessa guerra”, disse ele em sua conta no Twitter.

Ontem, sob o mesmo inquérito, ocorreram prisões relacionadas ao mesmo inquérito – entre elas a de Sara Winter, identificada como uma das líderes do acampamento 300 do Brasil, em Brasília.

As prisões foram solicitadas pela Procuradoria-Geral da República (PGR) após indícios de que o grupo continua organizando e captando recursos financeiros para ações que se enquadram na Lei de Segurança Nacional (Lei 7.170/1983).