Petrobras vende campos terrestres no ES por US$ 115 milhões

277
Foto divulgação: Petrobras

São Paulo – A Petrobras assinou contrato com a Karavan SPE Cricaré, uma Sociedade de Propósito Específico (SPE), para a venda da totalidade de sua participação em 27 concessões terrestres de exploração e produção, localizadas no Espírito Santo, denominados Polo Cricaré, por US$ 115 milhões, sendo US$ 11 milhões no ato da assinatura.

O restante de US$ 26 milhões será pago no fechamento da transação e US$ 118 milhões em pagamentos contingentes previstos em contrato. A Karavan O&G Participações deterá 51% da SPE, enquanto a empresa Seacrest Capital Group, que figura como equity provider, deterá os demais 49%.

Segundo a estatal, os valores não consideram os ajustes devidos e o fechamento da transação está sujeito ao cumprimento de condições precedentes, entre elas a aprovação pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).

O Polo Cricaré compreende as concessões terrestres de Biguá, Cacimbas, Campo Grande, Córrego Cedro Norte, Córrego Cedro Norte Sul, Córrego Dourado, Córrego das Pedras, Fazenda Cedro, Fazenda Cedro Norte, Fazenda Queimadas, Fazenda São Jorge, Guriri, Inhambu, Jacutinga, Lagoa Bonita, Lagoa Suruaca, Mariricu, Mariricu Norte, Rio Itaúnas, Rio Preto, Rio Preto Oeste, Rio Preto Sul, Rio São Mateus, São Mateus, São Mateus Leste, Seriema e Tabuiaiá.

A Petrobras é operadora com 100% de participação nessas concessões. A produção média do Polo Cricaré de janeiro a junho de 2020 foi de cerca de 1,7 mil barris por dia (bpd) e 14 mil metros cúbicos por dia (m3 /dia) de gás.