Petrobras investirá R$ 300 milhões em programa de refino

São Paulo – A Petrobras anunciou o lançamento do programa RefTOP – Refino de Classe Mundial, que é um conjunto de iniciativas que buscam implementar melhorias para aumentar a eficiência e desempenho operacional das refinarias que não estão na carteira de desinvestimento da companhia.

Os investimentos no RefTOP até 2025 são de aproximadamente US$ 300 milhões e estão incluídos nos US$ 3,7 bilhões de investimentos previstos para o refino no Plano Estratégico 2021-25, informou a Petrobras.

As refinarias beneficiadas pelo programa são Refinaria Presidente Bernardes (RPBC), Refinaria Duque de Caxias (REDUC), Refinaria de Capuava (RECAP), Refinaria de Paulinia (REPLAN) e Refinaria Henrique Lage (REVAP)

Segundo a Petrobras, o programa visa posicionar a estatal de forma mais competitiva na abertura do mercado de refino de petróleo no país.

“A companhia avaliou referências mundiais dos principais indicadores de refino para definir os objetivos do programa. O RefTOP prevê iniciativas para o incremento do desempenho energético das refinarias, aproveitando melhor os insumos como gás natural, energia elétrica e vapor nas próprias operações”, disse a empresa em nota.

A empresa explica que o programa promoverá o uso intensivo de tecnologias digitais, automação e robotização nas refinarias, como os Digital Twins, que são representações digitais das instalações operacionais, para monitoramento em tempo real, redução de falhas e facilitação na tomada de decisões.

O programa também visa o aumento da produção de derivados de alto valor agregado, como diesel e propeno – matéria-prima da indústria petroquímica para a produção de embalagens e peças para automóveis, por exemplo.

A companhia vai alavancar o processamento de petróleos do pré-sal, que têm baixo teor de enxofre, trazendo vantagens competitivas e oportunidades de aumento da margem de refino, favorecendo a produção de diesel S-10 e bunker.

Bruno Soares / Agência CMA

Copyright 2021 – Grupo CMA