Petrobras inicia fase vinculante para venda de ativos no RS

413
Foto divulgação: Petrobras

São Paulo – A Petrobras disse que iniciou a fase vinculante referente à venda de participação em blocos exploratórios na concessão BM-P-2, localizada em águas profundas da Bacia de Pelotas, no Rio Grande do Sul. A estatal possui 50% do projeto e o restante 50% pertence a Total, sendo a petrolífera a operadora.

De acordo com a empresa, o desinvestimento será realizado em conjunto, com a venda entre 30% a 65% de participação e a Petrobras permanecerá como operadora da concessão

A concessão está localizada em águas profundas da Bacia de Pelotas em lâmina d’água entre 1.000 metros e 2.000 metros, tendo sido adquirida pela Petrobras em 2004 na 6a rodada de licitações da Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP). A Total tornou-se parceira com a aquisição de 50% da participação em 2013.

A área contempla os blocos exploratórios P-M-1269, P-M-1271, P-M-1351 e P-M1353 e está estrategicamente posicionada em relação à 17a rodada anunciada pela ANP, prevista para 2020, em que deverão ser ofertados blocos da Bacia de Pelotas.