Petrobras inicia fase vinculante para a venda da PBIO

156
Refinaria Henrique Lage (Revap). (Foto: Ehder de Souza/Agência Petrobras)
Refinaria Henrique Lage (Revap). (Foto: Ehder de Souza/Agência Petrobras)

São Paulo – A Petrobras iniciou a fase vinculante para a venda de 100% da sua participação na subsidiária Petrobras Biocombustível (PBIO), que inclui três usinas de biodiesel, mas não à venda das participações societárias da PBIO na BSBios (50%).

Em julho, a PBIO concluiu a venda da sua participação de 8,4% na empresa Bambuí Bioenergia para a Turdus Participações.

Fundada em 2008, a PBIO e é uma das maiores produtoras de biodiesel do país com 5,5% de market share em 2019. As usinas estão localizadas em Montes Claros (MG), com capacidade de produzir 167 mil metros cúbicos (m/3) por ano, em Candeias (BA), com capacidade de 304 mil m/3 por ano, e em Quixadá, no Ceará, em hibernação com capacidade de 109 mil m/3 por ano.

De acordo com a estatal, as três usinas são capazes de utilizar uma mistura de até cinco matérias-primas diferentes como óleo de soja, de algodão e de palma, gordura animal e óleos residuais para produção de biodiesel, capturando vantagens na dinâmica sazonal dos preços.