Petrobras aprova novos contratos de venda de gasolina e diesel

Refinaria Henrique Lage (Revap). (Foto: Ehder de Souza/Agência Petrobras)
Refinaria Henrique Lage (Revap). (Foto: Ehder de Souza/Agência Petrobras)

São Paulo – A Petrobras aprovou novos modelos contratuais para venda de gasolina A e de óleo diesel rodoviário e marítimo para as distribuidoras de combustíveis. Segundo a estatal, o objetivo é simplificar alguns processos, aumentar a competitividade e trazer flexibilidade para a companhia na adoção de novas estratégias comerciais.

A empresas também destacou que, no cenário atual do mercado, caracterizado pela entrada de produto importado por terceiros e pelo processo de desinvestimento de ativos de refino, “torna-se necessário promover aperfeiçoamentos em algumas cláusulas comerciais e operacionais”. Ela alega que esses ajustes, definidos com base na experiência obtida ao longo do período de vigência dos atuais contratos e em decorrência de feedback dos clientes, buscam fortalecer a relação comercial com clientes e a competitividade da companhia.

“Os novos contratos darão mais flexibilidade, sendo possível ajustar condições comerciais de acordo com o mercado, representando um passo importante para o posicionamento da Petrobras no novo ambiente competitivo”, disse a companhia, em comunicado publicado na Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

A Petrobras ressaltou que não há mudanças nas práticas de precificação destes produtos, que seguem o alinhamento dos mercados internacionais. Os novos contratos ainda serão submetidos à homologação pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), seguindo a regulação vigente.