Pesquisa mostra vantagem maior de Biden após Trump contrair covid-19

129
O candidato democrata à presidência dos Estados Unidos, Joe Biden, e sua vice na chapa, Kamala Harris / Foto: Campanha Joe Biden

São Paulo – O candidato democrata à presidência dos Estados Unidos, Joe Biden, está 10 pontos percentuais (pp) à frente do atual presidente do país, Donald Trump, na maior vantagem em um mês depois que Trump testou positivo para covid-19, segundo a pesquisa Reuters/Ipsos mais recente.

O levantamento, divulgado ontem, mostrou que 51% dos participantes votariam em Biden, enquanto 41% escolheriam reeleger Trump. Já 4% dos entrevistados votariam em outro candidato, e outros 4% estão indecisos. As eleições serão realizadas no dia 3 de novembro.

A pesquisa foi feita online, em inglês, nos dias 2 e 3 de outubro, com 1.005 adultos, incluindo 596 eleitores prováveis. O levantamento tem margem de erro de 5 pp.

Entre os entrevistados, 65%, incluindo 9 em cada 10 democratas registrados e 5 em 10 republicanos registrados, concordaram que “se o presidente Trump tivesse levado o novo coronavírus mais a sério, provavelmente não teria sido infetado.”

Apenas 34% disseram pensar que Trump estava dizendo a verdade sobre o novo coronavírus, enquanto 55% disseram que não e 11% não tinham certeza.

Ao todo, 57% dos participantes da pesquisa disseram que desaprovavam a resposta de Trump à pandemia de covid-19 em geral, cerca de 3 pp acima de uma pesquisa realizada no final da semana passada.