PDT apoiará Pacheco na disputa por comando do Senado

À bancada, em pronunciamento, senador Rodrigo Pacheco (DEM-MG).(Foto: Beto Barata/Agência Senado)

São Paulo – O PDT declarou apoio à candidatura de Rodrigo Pacheco (DEM-MG) para a presidência do Senado, o que eleva de 33 para 36 o total de votos potencialmente garantidos ao senador. Ele precisa de 41 para comandar a Casa.

Pacheco é o candidato preferido por Davi Alcolumbre (DEM-AP) para sucedê-lo na presidência do Senado. Se nenhum dos senadores de partidos que declararam apoio a sua candidatura mudar de ideia até a eleição de fevereiro e ele conseguir conquistar o apoio de cinco dos sete senadores do PSDB – que poderão votar de forma independente -, deve vencer a disputa pelo cargo.

Em nota, o PDT disse que o apoio a Pacheco “não representa um alinhamento automático da bancada pedetista às pautas defendidas por todos os partidos que estão na base da candidatura do senador” e que “não abre mão da defesa de temas que considera fundamentais”, como os ideais trabalhistas, a proteção à educação e saúde públicas e o respeito aos direitos das minorias.