Pazuello diz que vacinação começa de 3 a 4 dias após aval da Anvisa

153
O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello. (Foto: Valter Campanato/Agência Brasil)

São Paulo – O Brasil começará a distribuir as doses das vacinas contra a covid-19 de três a quatro dias depois de a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovar o uso emergencial dos imunizantes, afirmou o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, durante um
pronunciamento em Manaus (AM). A decisão da agência sobre o uso emergencial das vacinas da Sinovac e da AstraZeneca deve ser tomada no domingo (17).

“Quando a Anvisa concluir análise de segurança e eficácia, três a quatro dias depois estamos distribuindo vacina no Brasil”, disse Pazuello. “A Anvisa vai se pronunciar no dia 17. Botem aí os números para frente. Se alongar para o dia 20, 22, botem para frente, mas é janeiro”, acrescentou.

O ministro disse que hoje o governo enviará um avião para buscar as duas milhões de doses da vacina da AstraZeneca na India e que, além delas, há 8 milhões de doses da vacina da Sinovac já armazenadas no Brasil. “Quando tivermos a posição da Anvisa, temos material para distribuir e temos capacidade de vacinar no Brasil todo”, afirmou.