Passagem de furacão mantém 84,3% da produção no Golfo suspensa

189

Por Carolina Gama

São Paulo – A passagem do furacão Laura manteve suspensa 84,3% da produção norte-americana de petróleo no Golfo do México, ou o equivalente a 1,56 milhão de barris por dia, de acordo com o Bureau de Segurança e Fiscalização Ambiental dos Estados Unidos (BSEE, na sigla em inglês).

Com base em dados recebidos durante a manhã de hoje, o pessoal foi evacuado de um total de 297 plataformas de produção, 46,2% das 643 plataformas tripuladas no Golfo do México. Ainda de acordo com os dados do BSEE, as equipes que trabalham na região foram retiradas de 83,3% das sondas em operação.

O furacão Laura posso bem perto do coração da infraestrutura de produção de combustível e produtos químicos dos Estados Unidos ao longo da costa do Golfo, mas um incêndio de cloro na Louisiana que ocorreu pela manhã ameaçou a área metropolitana de Lake Charles.
O furacão atingiu a costa durante a noite no sudoeste da Louisiana, com ventos de cerca de 150 milhas por hora, de acordo com o Centro Nacional de Furacões. A tempestade enfraqueceu desde que se moveu para o interior.

Laura atingiu a República Dominicana, Porto Rico e Haiti no fim de semana, deixando mais de 1 milhão de pessoas sem energia, destruindo casas e matando pelo menos 23 pessoas.